Cinco dicas para escolher um bom hotel para seu cachorro

Chegando em dezembro, muita gente já começa a programar as viagens para curtir o verão. Além de toda a burocracia envolvida antes de pegar estrada, quem é pai de um pet, sabe que é muito mais complicado do que apenas arrumar as malas e partir, é necessário buscar alternativas para não deixar seu melhor amigo tanto tempo sozinho. Antigamente, a única opção disponível, em casos de não poder levar o cãozinho, seria deixá-lo na casa de algum amigo ou familiar. Todavia, uma nova ideia que chegou recentemente ao mercado está acabando com a dificuldades citadas: os hotéis para cães.

Os hotéis são basicamente idênticos aos já conhecidos; precisam ser agendados, escolher o tipo de acomodação e requererem  serviços e cuidados específicos. Eles prometem total conforto para os cãezinhos hospedados com, geralmente, pet shop, passeios e atividades físicas inclusos no dia a dia. Ou seja, para aqueles que acham que eles ficam presos em gaiolas até os pais chegarem, estão completamente errados, já que os peludos se alojam em um local amplo e individual, com um espaço coberto e outra parte aberta, possibilitando um ótimo banho de sol. 

A nova “moda” segue ganhando peso no mercado pet, tendo muita procura principalmente aos finais de ano. Mas antes de buscar um hotel para o seu filho de quatro patas, é necessário saber alguns requisitos para escolher um bom local. 

Conhecer o espaço

Primeiramente é necessário conhecer um pouco mais onde irá hospedar seu cãozinho. A estrutura, o espaço onde ficará e os serviços oferecidos são os pilares principais para se informar sobre o hotel.

Buscar referências

Em seguida, depois de conhecer um pouco mais sobre o local onde pretende hospedar o peludo, é super importante buscar algumas referências para saber a experiência de alguns clientes do lugar. Geralmente, a pesquisa deve ser feita em grupos de cães nas redes sociais, onde sempre dão feedbacks de serviços interessantes para o bem-estar deles. 

Saber das regras

Procurar conhecer as regras do local e o trabalho de controle adequado de doenças e parasitas é extremamente necessário, afinal, você não quer deixar seu cãozinho em um local ele possa ser infectado por algum vírus ou algo do tipo, não é mesmo?

Testes

Seu pet é extremamente apegado à família e sofre quando fica um tempinho longe? Logo será importante realizar alguns testes antes de hospedá-lo e ver como ele reage ficando um período por lá. Mas como fazer isso? Simples, depois de escolher o local, pesquisar e saber mais sobre as regras, marque uma pernoite avulsa para entender um pouco mais sobre sua reação,antes de fechar a estadia completa,. Além de evitar problemas, fará com que você fique menos preocupado(a) com seu peludo durante a viagem.

Monitoria

Problemas de saúde podem acontecer a qualquer momento, sem data e nem hora marcada. Por isso, é preciso saber se o local possui monitores devidamente preparados, além de acompanhamento médico veterinário e seguro em casos de acidente.

Sobre o autor

Gabriel Arruda

Gabriel Arruda

É estudante de Jornalismo, apaixonado por animais e esportes. Está sempre em busca de novos desafios, justamente pela curiosidade que o toma conta. Pai de um Beagle chamado Johnny, mais conhecido como "o Destruidor".

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.