Como acostumar seu gato a ir ao médico veterinário sem estresse

Desafio você a lembrar de três pessoas que tenham pet em casa e disseram “foi tudo tranquilo”, quando você perguntou como foi levar o bichinho para uma consulta no médico veterinário.

O quê? Está muito difícil lembrar e você mesmo já passou apuros com o seu gato ou cachorro quando precisou levá-lo para o doutor ou a doutora avaliarem a saúde do pet? Pois, é… os cães até adoram passear de carro, mas basta saírem do veículo para que a felicidade se transforme em apreensão.

Gato-irritado-Petlove

Com os gatos o drama começa dentro de casa, assim que os peludinhos veem a caixinha de transporte se aproximar. A boa notícia é que não estamos falando de um problema sem solução e há maneiras de acostumar o seu gato a ficar mais relaxado quando precisar sair de casa para cuidar da saúde.

Se você tem um filhotinho como companheiro, saiba que o seu trabalho tem tudo para ser facilitado. Aproveite que o pequenino está descobrindo o mundo e acostume-o a entrar, sair e brincar com a caixinha de transporte, dessa maneira, ele crescerá entendo que o acessório não representa perigo. Incremente a experiência colocando o bichano dentro da caixa e dando um passeio com ele de carro vez ou outra.

Outra iniciativa que facilita muito a vida, é levar o gatinho desde novinho para as consultas médicas. Talvez não dê pra evitar que ele se sinta desconfortável com algum exame ou vacina, mas dá pra fazer que todo o resto seja uma experiência rica e divertida pra ele. Não esqueça de levar um petisco para recompensá-lo durante as brincadeiras.

Caso tenha um filho de quatro patas adulto e ele se mostra arisco toda vez que precisa de cuidados médicos, você precisará ter muito mais paciência. Comece revendo a escolha da clínica e escolha uma que ofereça além do bom atendimento, uma abordagem mais suave com os bichinhos. Hoje, inclusive, temos opções 100% cat friendly, devidamente adaptadas e que só atendem gatos.

Em uma visita prévia, avalie como é a espera para ser atendido e prefira as clínicas que atendam com hora marcada, afinal, uma sala de espera com muitos bichinhos deixará o seu gato bastante ansioso e assustado. Converse também com o médico veterinário para saber como o profissional costuma conduzir os atendimentos, muitos dedicam a primeira parte da consulta para ambientar e acalmar os bichinhos, deixando-os mais seguros para só depois partir para a análise clínica.

Sabe uma dica muito valiosa e simples de fazer? Utilize uma toalha para brincar com o seu peludinho em casa, à medida que ele se acostumar com a novidade, passe a enrolá-lo no tecido aumentado gradativamente o tempo em que ele fica “preso”. Aí, quando o bichano for para a próxima consulta, leve a toalha com vocês e comece a brincar de enrolar o pequenino antes de entrar no consultório. Com os movimentos reduzidos, a consulta tem tudo para ser mais tranquila. 

Receber atendimento médico veterinário em casa também já é uma realidade e nem precisa falar dos benefícios não é mesmo? Os moradores da capital paulista, por exemplo, podem contar com o Atendimento em Domicílio Petlove.

>>> Conheça nosso portal de doenças!

Sobre o autor

Anderson Mafra

Anderson Mafra

Jornalista apaixonado por animais, comunicação, música e não perde um concurso cultural (na verdade já perdeu vários). Curioso de mão cheia, quer saber sempre mais e compartilhar conteúdo, dicas e curiosidades do mundo pet. É um petlover assumido, sem chance de reabilitação.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.