Por que meu gato está esfregando o traseiro no chão?

Se você percebeu este comportamento em seu gato e está procurando entender os motivos que levaram o pet a praticar tal “contorcionismo”, saiba que este pode ser tanto um sinal de desconforto momentâneo como até mesmo um problema de saúde.

Em casos mais simples, os gatos passam o bumbum no chão na tentativa de se livrarem de algo que ficou grudado, como areia, papel, fio de cabelo etc. Porém, se você notar que não tem nada visível que justifique o comportamento do felino, melhor agir preventivamente e acionar o médico veterinário para uma consulta.

Gato-sentado-Petlove

Alergia

Somente um profissional e alguns exames poderão dar o veredito do seu gato andar tão incomodado, mas uma das possibilidades é que o seu filho de quatro patas esteja sofrendo com algum tipo de alergia, que pode fazer com a coceira atinja diferentes partes do corpo.

Mudanças na alimentação ou no ambiente poderão ter que ser feitas para trazer de volta o bem-estar do gato. Lembre-se que: da proteína presentes nas refeições até os ácaros presentes numa velha almofada, muita coisa pode justificar o pet andar arrastando o traseiro no chão.

Vermes

A falta de vermifugação pode explicar o desconforto atual do seu gato, já que os parasitas/ vermes intestinais são uns dos principais causadores de coceiras e irritações na região anal.

Uma única pulga que o seu gato acabe engolindo, por exemplo, pode ser motivo suficiente para o desenvolvimento da popularmente conhecida como tênia. Um verme, que além de roubar nutrientes do organismo do seu peludinho para se alimentar, tem a capacidade de se multiplicar com rapidez.

Dependendo da quantidade do parasita, pedaços do verme podem ser expelidos com frequência pelo gato, causando desconforto e fazendo com que o pet fique arrumando maneiras de se coçar, por isso ele arrasta o bumbum no chão ou procura ajuda em móveis e demais objetos da casa. Fique atento às fezes do bichinho para dar mais informações ao médico veterinário e facilitar o diagnóstico. Não raramente, esse tipo de verme pode ser visto nos pelos próximo ao rabo e se assemelham a grãos de arroz.

Problemas nas glândulas anais

Os gatos têm dois pequenos sacos internos em volta do ânus, que são responsáveis por abrigar as glândulas adanais que, entre outras funções, servem para lubrificação na região e marcação de território

Uma inflamação nesta região pode impedir ou dificultar que haja a liberação do líquido que essas glândulas produzem, então ele acaba sendo acumulado e aumenta o desconforto e a coceira. Em alguns casos mais graves, o quadro pode evoluir até para uma infecção.

Portanto, se você notar qualquer mudança de comportamento em seu pet ou uma coceira na região, o mantenha afastado de outros pets para garantir a segurança e não deixe de procurar ajuda médica veterinária imediatamente. Quanto mais cedo um profissional avaliar o seu gato, mais chances ele tem de ficar bem logo.

Sobre o autor

Anderson Mafra

Anderson Mafra

Jornalista apaixonado por animais, comunicação, música e não perde um concurso cultural (na verdade já perdeu vários). Curioso de mão cheia, quer saber sempre mais e compartilhar conteúdo, dicas e curiosidades do mundo pet. É um petlover assumido, sem chance de reabilitação.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.