Como amansar um gato?

Assim como existem gatos que são dóceis e adoram um carinho, também existem aqueles que não são muito chegados a esse tipo de interação ou são ariscos. Com estes, deve-se ter um pouco de paciência. Assim como nós, os gatos possuem comportamento e  temperamento próprio e um felino doméstico nunca é igual ao outro. Por isso, a paciência durante este processo é fundamental.

Gatos filhotes são mais fáceis de amansar por estarem acostumados desde pequenos a receber carinho, mas isso não quer dizer que os adultos são impossíveis de socializar. Muito pelo contrário, mantendo a paciência, persistência e saber respeitar o tempo do gato para aceitar o recebimento dos afagos, tudo tende a dar muito certo. Frisamos que aqueles que tiveram algum tipo de trauma pode ser um pouco mais difícil de amansar. Eles podem apresentar comportamento agressivo, arranhar e morder, ou podem se esconder em um lugar de difícil acesso.

Por que alguns gatos são ariscos?

Existem alguns fatores que podem levar o gato a ser um pouco mais arisco, mas antes de qualquer suspeita, leve-o ao médico veterinário para um check up e ter certeza que ele não está demonstrando esse tipo de comportamento por causa de uma possível dor ou doença. Os gatos são mestres em disfarçar e camuflar qualquer indício de estarem doentes. Por isso, fique de olho no comportamento e qualquer sinal estranho, leve-o médico veterinário!

Gatos adotados possuem grandes chances de terem sofrido algum trauma durante a sua vida.  Nesses casos, a paciência deve ser sua melhor amiga. Lembre-se que a maioria dos gatinhos que foram adotados em ongs ou vieram da rua não conhecem o amor e muito menos sabem o que um carinho significa.

Medo, ansiedade e insegurança no ambiente em que vivem pode levá-los a ficarem mais ariscos ou desconfiados. Estimule o gato a conhecer o ambiente, crie atividades que o interaja com os cômodos da casa, como por exemplo esconder petiscos e incentivá-lo a procurar.

Como deixá-los mais receptivos?

Talvez seja um pouco difícil domesticar um gato, se comparado com a facilidade que temos ao domesticar um cachorro. Porém, com paciência e utilização de meios como brinquedos e atividades diárias de estimulação pode dar super certo! Como já falamos, a paciência é um fator bem importante na hora de tentar “conquistar” um gato, principalmente com os adotados. A utilização de brinquedos e arranhadores pode facilitar no processo e divertir vocês dois. Em alguns casos, a utilização de florais pode ajudar no processo de domesticação. Converse com o médico veterinário e veja se a utilização do produto é interessante para o seu gatinho.

 

Sobre o autor

Gabriela Azevedo

Gabriela Azevedo

Formada em design gráfico e cursando medicina veterinária, profissão que herdei paixão graças ao meu pai. Catlover e apaixonada pelos meus 6 gatinhos (Tchantcham, Drake, Josh, Marie, Maysa e Cara Preta -in memoriam- ♥) e pelos pets agregados que fazem parte da minha vida (todos os que encontro. bem doida dos bichos!).

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.