Como combater pulgas em cães?

Lidar com as pulgas pode ser um grande problema. Esses ectoparasitas conseguem se infiltrar facilmente no ambiente e com isso atingem os pets, principalmente os cães. Eliminá-las, no entanto, pode ser bem complicado caso o controle no ambiente em que o pet convive não seja feito corretamente. 

As pulgas se reproduzem e depositam seus ovos – ao longo de sua vida podem depositar cerca de 2000 ovos – no hospedeiro. Esses ovos caem no ambiente e quando atingem a fase adulta procuram os pets para se alimentar e recomeçar o seu ciclo biológico. 

Esses ectoparasitas podem ser facilmente carregados na roupa e se alojarem em tacos de madeira, carpetes e nas caminhas dos pets, por isso se disseminam com maior facilidade. 

As pulgas também transmitem algumas doenças, como a Dermatite Alérgica a Picada da Pulga – DAPP, uma reação alérgica a saliva da pulga que causa a inflamação da pele e com isso a instalação de bactérias oportunistas. Por isso, todo o cuidado é pouco.

Como eliminar as pulgas?

Primeiramente, o controle deve ser feito no ambiente. Se não, de nada adiantará utilizar anti-pulgas em seu cachorro. O controle no ambiente pode ser feito com limpezas pesadas e em alguns casos de infestações existem nebulizadores que são ótimos para exterminar estes parasitas. Escolha produtos que não são tóxicos para os cães e nem para humanos. Aspirar carpetes ou tapetes com o aspirador de pó pode ser útil também, porém, ao terminar a limpeza todo o conteúdo aspirado deve ser descartado juntamente com o saco do aspirador. Existem também produtos que são de excelente eficácia, como o MyPet, desenvolvido pela empresa CEVA, e o Fleegard, da Bayer.

Juntamente com a limpeza do ambiente, você pode administrar o anti-pulgas no seu cachorro. Existem inúmeros produtos disponíveis no mercado, em forma de pipetas, comprimidos e coleiras – este tipo deve ser evitado caso o cachorro conviva com outros pets. Como possuem o hábito de brincar de mordidas, principalmente na região do pescoço, problemas como intoxicação podem ocorrer. Caso aconteça, entre em contato com um médico veterinário urgente.

Converse com um médico veterinário de sua confiança para saber qual o melhor produto para utilizar em seu pet e para o controle dos parasitas no ambiente. 

Sobre o autor

Gabriela Azevedo

Gabriela Azevedo

Formada em design gráfico e cursando medicina veterinária, profissão que herdei paixão graças ao meu pai. Catlover e apaixonada pelos meus 6 gatinhos (Tchantcham, Drake, Josh, Marie, Maysa e Cara Preta -in memoriam- ♥) e pelos pets agregados que fazem parte da minha vida (todos os que encontro. bem doida dos bichos!).

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.