Como lidar com latidos excessivos

Apesar dos latidos serem uma forma de comunicação entre os cachorros, em alguns casos eles tendem a ser um problema não somente para os tutores dos pets, mas também para seus vizinhos e até para as visitas. De modo geral, não é comum que um cão lata sem parar e por qualquer motivo, porém algumas raças tendem a ser “mais falantes” do que outras e isso deve ser levado em consideração quando alguém pensa em adotar um pet.

Pode reparar: é muito comum que cachorros pequenos latam mais do que os grandes, típicos de guarda, isso porque os cachorros maiores, que eram utilizados para segurança no passado, não podiam ladrar a toa, criando alardes desnecessários. Para eles, o latir é uma forma de avisar os membros da família (sejam pets ou humanos) sobre perigos iminentes e, ao mesmo tempo, afugentar a ameaça.

Cão que late, não morde?

O ditado popular afirma que “cão que late, não morde”, mas essa é uma afirmação extremamente falsa. Cachorros que latem muito para alguém podem estar dando avisos sobre seu incômodo para com a situação e podem, sim, morder a qualquer momento. Tente observar seu cachorro e saber identificar quando ele não está bem com alguém por perto. Em muitos casos, o ideal é evitar situações de extremo estresse.  

Dicas para fazer seu cachorro parar de latir

Muitos humanos tendem a gritar com os cães quando eles latem em demasia, mas isso, na verdade, só piora o problema. Há quem diga que os cachorros entendem gritos como latidos altos, o que quer dizer que, quando você grita ao mesmo tempo em que ele late, é como se estivesse o acompanhando na “cantoria”, reforçando o comportamento.

Seu cão é do tipo que não pode ouvir uma campainha ou interfone? Faça um trabalho de dessensibilização de modo que ele se acostume com o barulho e perceba que não precisa latir toda vez que alguém chega em sua casa. O ideal é procurar o auxílio de um adestrador ou educador canino que saiba conduzir a situação da melhor maneira possível e de forma positiva.

Evite punições exageradas. Assustar seu cachorro com barulhos toda vez que ele late até pode diminuir os latidos, mas muito provavelmente poderá desencadear o medo de ruídos de alta intensidade como portas batendo e fogos de artifício. É uma péssima ideia!

Agressão e educação não combinam! Não seja rude com seu pet quando ele late demais. Ignorá-lo pode ser uma boa opção – já que muitos latem sem parar apenas para chamar a atenção.

Adotou um cachorro de raça naturalmente “latidora”?

Ensine seu filhote desde cedo quando o latir é aceitável ou não. Conversar com ele enquanto ele late não vai surtir efeito e, pior, deve agravar o problema com o tempo. Diga um “não” forte quando ele latir para visitas e outros pets sem necessidade e mostre a ele que aquele comportamento não é o esperado.

Caso ele esteja brincando e latindo, deixe. Ser interrompido em um momento saudável de interação pode gerar erros de comunicação no futuro.

Seu cachorro late quando fica sozinho?

Latir demais pode ser um dos sinais de ansiedade por separação, apresentada por cachorros muito dependentes da presença de seus pais humanos. Quando isso acontece, o cão sofre e se sente mal (psicologica e fisicamente) por um período prolongado, gerando problemas comportamentais. Se o seu pet tem esse perfil, o mantenha ocupado com petiscos e brinquedos resistentes que tomem sua atenção e faça com que ele não sinta tanto por estar sozinho.

Nem todo latido é desnecessário

Conheça seu pet a ponto de identificar seus diferentes latidos. Ao prestar atenção nisso, fica mais fácil até mesmo saber quando ele deve ser repreendido ou não. Muitas vezes, nossos cães querem nos dizer algo e é frustrante demais para eles não terem a atenção que gostariam, especialmente quando estão sinalizando perigo.

Cachorros que se comunicam com os vizinhos

Sim, muitos cachorros têm o hábito de trocar informações com os cães vizinhos e isso é bastante natural. Embora ainda não saibamos ao certo sobre o que eles “falam“, é preciso saber que isso faz parte do comportamento natural dos caninos e pode, sim, ajudar na identificação de que “algo estranho” acontece pelas redondezas.

Produto contra latidos excessivos

Atualmente, existem florais especialmente criados para pets e, com isso, surgiram opções para cachorros que latem muito como o sistema de terapia para latido excessivo da Bioflorais, o Animal Flower em gotas para latidos excessivos, o Animal Flower em spray e Floral Animal Polinize para latido exagerado.

Bastante tecnológico, o sistema ultrassônico Anti-Latido Indoor da Pet Safe promete emitir um sinal sempre que o cachorro late muito, funcionando como um “não” também quando o tutor não está em casa.

Sobre o autor

Jade Petronilho

Jade Petronilho

É jornalista por formação e comportamentalista veterinária por paixão. Desde criança é a "louca dos bichos", por isso resolveu estudar medicina veterinária, etologia e nutrição animal, mas ainda pretende, um dia, fazer zootecnia. Atualmente tem três cachorros, dois gatos e 10 peixes, mas também já foi tutora de um coelho, três periquitos, dois porcos da índia, dois pintinhos e três cabritos.

Deixe um comentário