Diferença entre galgos

Os galgos são cachorros especialmente criados para correr. Com um físico diferenciado, eles possuem vantagens sobre outras raças nesta função. Sua cabeça pequena, focinho longo e corpo extremamente esguio fazem com que eles se destaquem – e muito – quando o assunto é perseguir outros animais e participar de competições de velocidade.

Cães de corrida

Embora as corridas de cães sejam populares em alguns países, este “esporte” vem sendo alvo de protetores de animais que visam baní-lo. É comum que os cachorros corredores sofram lesões e tenham uma “vida útil” muito curta, comumente sendo doados ou até mesmo abandonados quando deixam de vencer e gerar lucros.

O Ajudante de Papai Noel, famoso cachorro da família Simpsons, é um exemplo de um galgo que foram abandonado. Ele, por sorte, foi adotado e conseguiu ter um lar, mas essa realidade não é a da maioria. É comum que este tipo de cão seja visto de uma maneira muito similar a de cavalos competidores, muitas vezes não vistos como pets em alguns locais.

No Brasil, os galgos mais comuns são o greyhound, o whippet e o pequeno lebrel italiano. Por aqui, a corrida de cães não é habitual.

A diferença dos cachorros galgos

Os galgos, em geral, podem ser definidos como cachorros magros, de tórax bem profundo, de membros fortes, focinho comprido e cabeça pequena. Tipicamente “aerodinâmicos”, esses pets podem variar bastante especialmente de tamanho e tipo de pelagem, mas nunca de tipo físico.

Indicados para humanos ativos e que possuem tempo para se dedicarem ao pet, os galgos precisam de atividades físicas diárias e uma atenção redobrada quando o assunto é educação. Por serem bem caçadores, eles podem gostar de perseguir outros animais e crianças quando não são devidamente socializados desde filhotes.

Pequeno lebrel italiano

Este galgo é o menor e mais frágil de todos. Também conhecido como galguinho italiano, ele é um cachorro de companhia, não tendo sido selecionado para correr e caçar. Na vida dentro de casa, requer cuidados especiais, pois não deve pular de locais altos sob o risco de lesionar suas patinhas um tanto quanto finas.

Greyhound

Considerado o “galgo tradicional”, o greyhound é um cachorro de porte médio, esguio, mas muito forte e musculoso. Ele é um dos principais cães de corrida e de caça de coelhos e outros roedores. Alguns exemplares da raça podem ter um problema genético que faz com que fiquem altamente musculosos, o que pode ter graves consequências para o animal.

Whippet

Apesar de ser um cachorro de corrida, o whippet é frequentemente visto como cachorro de companhia. Um pouco menor do que o greyhound, ele também não é tão forte, mas possui músculos bem evidentes. Sua pele extremamente fina é mais sujeita a lacerações/ cortes mesmo que em interações simples com outros cães. É preciso cuidado!

Afghan hound

O único super peludo do time dos galgos é o afghan. A raça já foi vista em corridas, mas por conta de sua pelagem, hoje ganha um espaço especial em concursos e exposições de groomers e esteticistas caninos. Seu pelo requer cuidados que incluem uma intensa escovação diária, banhos frequentes, hidratação e tosas específicas conhecidas como trimming.

Além destes, também podemos citar como galgos o saluki, o deerhound, o galgo espanhol, o azawakh, o galgo marroquino e o borzói.

Sobre o autor

Jade Petronilho

Jade Petronilho

É jornalista por formação e comportamentalista veterinária por paixão. Desde criança é a "louca dos bichos", por isso resolveu estudar medicina veterinária, etologia e nutrição animal, mas ainda pretende, um dia, fazer zootecnia. Atualmente tem dois cachorros, dois gatos e 13 peixes, mas além de cães, gatos e peixes, também já foi tutora de um coelho, três periquitos, dois porcos da índia, dois pintinhos e três cabritos.

3 Comentários

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.