Estudo revela que pets ajudam no combate à solidão

Em meio a tempos onde a tecnologia tem um papel fundamental na vida das pessoas, fazendo com que fiquem conectadas 24 horas por dia, a solidão é um mal que atinge boa parte da população mundial. Entretanto, existe uma alternativa saudável, carinhosa e muito amorosa que pode fazer com que esse sentimento seja amenizado ou até encerrado: os pets! 

Um estudo realizado pela Edellman Intelligence, em parceria com a HABRI e a Mars Petcare, revela que 80% das pessoas se sentem menos sozinhas na companhia de um pet, tornando-os um ótimo alicerce para o combate a problemas como a depressão.

Além disso, a pesquisa mostrou que: 54% dos entrevistados afirmam que seu pet os ajudam a se conectar com outras pessoas; 51% disseram que eles auxiliam a diminuir a timidez; e 26% alegam ter um animal de estimação justamente por saber que ele faz bem à saúde mental.

De outra forma, pensando nos benefícios que os pets podem levar à vida de um idoso, o levantamento revelou que 73% dos entrevistados  acreditam que asilos e instalações de vida assistida deveriam promover a interação com animais de estimação, além de que 90% das pessoas com mais de 55 anos entendem que os animais de podem ajudar os idosos a se sentirem menos solitários.

Segundo especialistas que participaram da construção dos estudos, o benefício da interação humano-animal já é conhecido, e agora o que se espera é que os resultados obtidos a partir da interação entre animais e humanos sejam usados na sociedade como um todo, e que ajudem os profissionais que trabalham com problemas relacionados ao isolamento social na resolução deste problema.

Contudo, diversos estudos já comprovaram que os pets têm esse “poder” de auxiliar no combate às diferentes doenças e problemas. O laço afetivo criado entre ambas as partes faz com que qualquer tipo de problema seja amenizado. Por isso, é completamente benéfico aos seres humanos ter um peludo dentro de seu lar.

Sobre o autor

Gabriel Arruda

Gabriel Arruda

É estudante de Jornalismo, apaixonado por animais e esportes. Está sempre em busca de novos desafios, justamente pela curiosidade que o toma conta. Pai de um Beagle chamado Johnny, mais conhecido como "o Destruidor".

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.