Festival de gatos na Bélgica: a história da Kattenstoet

Também chamada de Cat Parade, a Kattenstoet se trata de um festival de gatos que acontece na cidade de Ypres, na Bélgica, a cada 3 anos, sendo que a próxima parada está prevista para acontecer em 2018.

Apesar de muito famosa e atrair pessoas de todos os cantos do mundo, a festa não tem as melhores raízes. O festival se iniciou para celebrar o fim dos maus tratos aos gatos na cidade durante a Idade Média. Os bichanos eram jogados do alto de campanários por bobos da corte.

Motivos

Existem diversas teorias, sendo que a mais comum é que os moradores acreditavam que os gatos estavam ligados a bruxaria e que por causa disso eles traziam má sorte para a cidade.

Alguns também dizem que os gatos foram trazidos para a cidade para acabar com a superpopulação de ratos, principalmente nas produções de lã. Assim que a primavera chegava e eles não eram mais necessários, era necessário “se livrar”dos miaus.

A prática foi banida em 1817, quando um gato escapou da tentativa de assassinato e fugiu antes de ser capturado novamente.

Como foi criado o festival de gatos

Para celebrar a vida dos felinos, entao, os morados decidiram iniciar o festival em 1938. A reparação histórica se tornou tradição na cidade em 1955.

Os participantes do festival se vestem como gatos de diversas formas e trios elétricos com a temática saem nas ruas.

No final da parada, pessoas vestidas de bobos da corte (responsáveis por atirar os gatos do campanário) jogam gatos de pelúcia para que a multidão possa pegá-los.

Inicialmente, o festival acontecia todos os anos e contava com uma “Gata Rainha”e suas damas de honra. No entanto, a partir de 1991, ele começou a ser organizado a cada três anos.

O último aconteceu no dia 10 de maio de 2015.

Sobre o autor

Larissa Moreira

Larissa Moreira

Larissa tem quatro miaus: Câmara, Ação, Gravando e Clica Fora, está no quarto ano de jornalismo da Faculdade Cásper Líbero, é apaixonada pela língua alemã, livros de fantasia, chá de camomila e pelos seus quatro bebês (que já nem são mais bebês).

Deixe um comentário