FIV e FeLV – O que os proprietários devem saber

Erradamente chamadas de aids felina, essas doenças merecem ser conhecidas pelos proprietários de gatos.

Estava navegando na internet e encontrei esse texto direto e simples feito pelo colega veterinário dr Reginaldo Pereira, especialista em medicina felina.

Tão quão importante o diagnóstico das retroviroses felinas(FIV e FeLV), é também o esclarecimento e a conscientização dos proprietários em relação à transmissão,epidemiologia e cuidados com o paciente infectado.
As duas enfermidades possuem algumas características semelhantes.São causadas por retrovírus,a FeLV(Leucemia Felina) é por um Retrovírus Gama com vários subtipos e a FIV(Imunodeficiência ou AIDS Felina) é causada por um Lentivírus.Ambos são transmitidos por contato direto,como lambeduras e mordidas,mas também através da amamentação, por via placentária,transfusões sanguíneas e muito dificilmente pelo coito(FIV).
São doenças comuns em locais com muitos gatos aglomerados,onde há o contato direto próximo e frequente entre os indivíduos.Ambientes onde há um fluxo de entrada e saída constante de animais também favorecem a proliferação dos vírus.
A FIV e a FeLV predispõem aos gatos acometidos várias doenças e quadros mórbidos,diminuindo bastante a espectativa de vida.Ambas podem causar imunodeficiências e surgimento de neoplasias malignas nestes animais.Estes retrovírus destroem as células de defesa do felino,proporcionando infecções secundárias,como distúrbios intestinais,problemas neurológicos,anemias profundas,infecções na pele,micoses,gengivites,periodontites,otites e falência orgânica mais tardiamente.Por interferirem na replicação das células do gato,principalmente o FeLV,predispõem o animal infectado à formação de tumores em qualquer região ou sistema orgânico,principalmente ao surgimento de Linfomas.
Geralmente ,a maneira de como o gato infectado irá apresentar a doença dependerá da fase da vida em que acontece a contaminação.Pacientes que se infectam quando filhotes ou jovens tendem a desenvolver a enfermidade de uma forma mais grave ou destrutiva.
O diagnóstico precoce é importante,principalmente para impedir a proliferação da doença,mas como também para dar um suporte ao felino acometido.Há exames rápidos para a detecção de animais positivos como o sorológico(ELISA),que é o teste inicial a ser realizado.
Quando ou quais gatos deverão ser testados?
Gatos recém adquiridos,principalmente vindos da rua,devem ser testados antes de entrarem no ambiente.Filhotes antes da vacinação.Doadores de sangue.Animais que têm acesso à rua.Todo e qualquer felino doente e gatos que tiveram contato com soropositivos.
O teste FIV e FeLV é de resultado 100% seguro?
Não,nenhum teste é de sensibilidade 100%.Podem ocorrer falsos-positivos e falsos-negativos,por problemas na coleta e pela fase da doença no animal,como por exemplo.É muito importante retestar o animal em casos duvidosos com 30 a 60 dias,e é necessário salientar que NEM TODO ANIMAL POSITIVO ESTÁ DOENTE,alguns casos o felino consegue debelar a infecção,ficando livre da doença.Pode-se lançar mão a outros tipos de exames,conjuntamente com os sorológicos,como os testes de PCR RNA-viral ou DNA-viral(Pró-Vírus),ajudando a identificar animais infectantes e não-infectantes.
A prevenção é de fundamental importância.Existe vacina somente contra FeLV aqui no Brasil.Gatos de grupos de riscos devem ser vacinados,como os que vivem semi-domiciliados e de ambientes com vários outros indivíduos.Não recomenda-se vacinar animais que vivem isolados em apartamentos,sem contato com outros gatos,não é necessário nestes casos.A castração precoce pode diminuir o risco de infecção,visto que dificulta o comportamento de risco do indivíduo,em sair e brigar com outros gatos.Deve-se evitar,também,a entrada de novos animais,principalmente não-testados e de origem desconhecida.Em casos positivos,recomenda-se separar o felino doente,evitando que este saia ou entre em contato com outro gato.
O tratamento é praticamente de suporte,visto que os anti-virais humanos recomendados são de difícil acesso.Uma excelente alimentação,cuidados higiênicos,profilaxia dentária,vacinação,vermifugação em dia e claro acompanhamento veterinário,são fundamentais.Devido à natureza das duas doenças,um gato com FIV geralmente vive mais do que um com FeLV.Animais com o vírus da Leucemia Felina tendem a desenvolver quadros mais graves precocemente.
Finalmente,as duas doenças NÃO ACOMETEM O SER-HUMANO.Inúmeros trabalhos e pesquisas já comprovaram que a AIDS Felina e a Leucemia Felina NÃO é transmitida ao homem.

 

Sobre o autor

Dr. Marcio Waldman

Dr. Marcio Waldman

Medico veterinário, diretor e fundador do www.petlove.com.br. Formado em 1988 pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da USP e pós graduado em latu sensu em odontologia veterinária, foi secretário geral da Anclivepa SP (associação nacional de clínicos veterinários de pequenos animais) e sócio fundador do Simpavet (sindicato patronal dos médicos veterinários). Atuou como clínico veterinário de pequenos animais de 1988 a 2005 em São Paulo, e em 2005 terminou a atividade na clinica para se dedicar exclusivamente ao Pet Love.

15 Comentários

    • Olá! Não, se seu pet não tem vida livre (acesso à rua) e nem tem contato com outros pets, basta fazer o exame uma vez para saber se ele é negativo ou não para as doenças. Em caso positivo, o médico veterinário irá te orientar sobre as melhores práticas. Um abraço!

  • Boa tarde!

    Tenho 8 gatos e acabei de descobrir que 4 deles são felv+ .Já separei os positivos dos negativos e notei tristeza geral no comportamento deles.
    Se eu vacinar os 4 negativos, posso considerar reintegração deles?
    Existe a possibilidade dos resultados feitos com aqueles kits de veterinários estarem errados?
    Obrigada!

    • Bom dia,

      Meu gato também foi diagnosticado com FELV recentemente, infelismente estes testes são bem precisos, então não tem como estarem errados.
      Se os felinos que não foram diagosticados com FELV tiveram contato com os felinos com FELV, possivelmente estes estão com FELV também, o que justificaria a tristeza geral no conportamento dos bichanos. Isso porque a contaminação é através do contato (saliva, arranhoes, etc).

  • Tratei dois gatinhos de dois meses, com plaquetas baixas. Um estava mancando e o outro já nem queria comer. Fiz hidratação com água de coco + A/D (alimento úmido para gatos prostrados) e comecei a dar Vita-Vet C de 8/8 horas.
    Em três dias o primeiro parou de mancar e o segundo voltou a comer. Além da ração, mantive o A/D duas vezes por dia e a vitamina C. Ontem fizeram 3 meses. As orelhas e os narizes estão bem rosadinhos, e estão muito brincalhões.

    • Ola,bom dia
      Tem uma amiga que o gatinho dela morreu com as duas doenças fiv e felv,porém ficou o saco de ração com 10 kilos essa ração pode dar para outro gato ?ou pode transmitir a doença ?

      • Olá, Eveline! Os gatos costumam contrair a doença pelo contato com secreções (saliva, sangue, urina etc) do pet infectado. Sugiro apenas que faça uma boa higienização na embalagem e preferencialmente coloque, em sua casa, o alimento em um recipiente como um porta-ração. Um abraço!

  • Adotei uma gata mandei castrar,passados uns 15 diad ela começou a evacuar mole,fez exame mif constatou cisto de geardia, começou um tramento com remedio giardicid 50mg,nada adiantou,mudou_se para remedio ronidazol 100mg,o veterinário receitou 40cps junto com prediderme 5mg por 7 dias e nada foi resolvido; hoje conversei com ele vai fazer ultra_som e exame fiv felv.Este sitoma pode ser aides felina se manisfestando? me esclareça por favor.

  • Bom dia!
    Gostaria de saber se estas duas doenças a FIV e FELV podem ser transmitidas p/cães ou humanos?
    Tive um gatinho que faleceu recentemente de doença não diagnosticada derrepente e tenho mais 2 outros gatinhos sendo que um deles apesar de acharmos que tava tristinho pela perca do outro, ele começou a emagrecer exageramente ainda que se alimente normalmente .

  • Olá, estou fazendo um álbum em meu facebook, para divulgar as doenças mais comuns em animais domésticos, gostaria de informar, que apesar de não estar copiando o texto, estou fazendo um resumo simplificado e colocando o link pro blog de vocês como referência. Obrigada pelas informações.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.