Fox terrier de pelo duro

Famoso por suas aparições na tevê, como o cãozinho Milu, do jornalista Tintin, um dos mais queridos cães entre os que amam os animais, o Fox terrier é conhecido por sua inteligência e seu gênio um tanto quanto imprevisível.

Fox terrier Pelo Duro

De porte atlético, a raça Fox terrier veio de longe, mais precisamente da terra da Rainha. Com um espírito livre, esse cãozinho tão simpático passa para alguns a impressão de ser até um pouco arrogante (seria talvez sua origem inglesa?), mas no fundo são extremamente carinhosos, muito companheiros e bastante inteligentes.

Aventureiro, o filhote de Fox terrier gosta de um desafio logo cedo, afinal essa raça praticamente não conhece o que é o perigo. Ficou intrigado com essas descrições? Continue lendo para conhecer um pouco mais sobre esse astro do cinema e dos quadrinhos.

Porte físico

O Fox terrier é um cãozinho bem atlético e muito dinâmico. Adora explorações ao ar livre, desafios e brincadeiras com seus humanos, onde tenha de usar sua inteligência para resolver problemas.

Aliás, esse cãozinho adora correr, uma característica que o acompanha desde seu surgimento, na Inglaterra, quando corria em longas pastagens ao lado de seus humanos. Por isso, esse cãozinho detesta ficar parado. Quer deixá-lo entediado? Mantenha-o trancado em casa, sem nada para fazer, por longos períodos. Isso vai deixá-lo extremamente chateado e, provavelmente, com problemas comportamentais.

Cuidados

Com bom vigor físico, o cuidado com um cãozinho desta raça é bem simples. O que pode demandar certa atenção é a tosa do Fox Terrier. Os animais de pelo duro precisam de mais cuidados estéticos para que exibam um visual bonito e bem atraente.

Fox Terrier

Personalidade

O temperamento do Fox Terrier é forte. Muito forte. Por ter um espírito livre e uma alma bastante aventureira, esse simpático cãozinho precisa de regras desde cedo, do contrário sua convivência com outros animais pode ser bem difícil.

Na verdade, o Fox terrier costuma atacar outros cães e bichinhos de estimação que estejam na mesma casa que ele. Mas calma. Esse ar um pouquinho briguento não costuma fazer mal aos seus humanos, a quem ele adora. Tanto que chega até a ser um pouco possessivo. Não que isso seja um problema, afinal amor nunca é demais, não é mesmo?

A raça Fox terrier, aliás, é bastante conhecida pelo amor que tem por seus pais e irmãos humanos, principalmente se forem crianças. Esse amiguinho de quatro patas se dá muito bem com os pequenos exatamente por outra característica de sua personalidade: o lado brincalhão.

Com muita energia e curiosidade, o Fox terrier adora brincadeiras onde ele tenha de explorar o ambiente. Como as crianças, que aprendem tudo com base nas descobertas, esse pequeno curioso está sempre ávido a descobrir coisas novas.

Esse excesso de energia, aliás, torna a ideia de um cãozinho dessa raça algo a se desconsiderar se você vive em um apartamento ou se tem pouco tempo para dedicar ao animal. Quando fica confinado em um espaço pequeno, o Fox terrier pode ser um pouco travesso.

Mas, apesar de toda essa energia, é possível criar um Fox Terrier em um apartamento. Aliás, esse cãozinho costuma agradar donos de apês pelo seu porte pequeno. Será preciso apenas dar mais passeios e atividades a ele.

Por isso, sempre que possível, leve seu amiguinho para voltas ao ar livre, onde ele gaste bastante energia.

Adestramento

Com esse jeito independente e um tanto questionador, o filhote de Fox terrier precisa ser treinado desde cedo, para entender que deve respeitar seus humanos e também os outros animais que vivam na sua casa.

Esse contato precoce é essencial para que não ocorram brigas entre eles, ou até mesmo algo mais sério com bichinhos menores, como porquinhos da índia, por exemplo. Por ser bastante territorialista, o Fox não gosta muito de dividir seu espaço com outros bichinhos. Mas isso costuma mudar quando você mostra ao filhote de Fox terrier que na sua casa, e no seu coração, tem espaço para todo mundo.

Atenção: no momento de adestrar o pequeno Fox, é preciso que você seja firme com ele, do contrário a natureza teimosa do animalzinho falará mais alto. Mas aqui, quando falamos em firmeza, jamais recomendamos castigos físicos, ao contrário.

A boa educação sempre é feita com amor, nunca com temor. 

Sobre o autor

Ana Luísa

Ana Luísa

Apaixonada por gatos, séries de comédia romântica e livros de suspense. Mãe da Lola Maria e Alice Maria, duas gatas que enchem a vida de amor e a roupa de pelos. Quando encontra algum gatinho na rua sai correndo atrás - mesmo que tenham donos. Sonha em ter um cachorro Vira Lata pra completar a família.

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.