Greyhound – Principais doenças

Com sua cabeça e pescoço longos, corpo musculoso, mas com o aspecto “magro”, o Greyhound chama a atenção por onde passa, mas não é por menos, já que é considerado a raça de cachorro mais veloz do mundo. Podendo pesar até 31Kg, esse cão geralmente é saudável, mas infelizmente por questões genéticas e hereditárias ele pode adoecer.

Todo cachorro, assim como nós humanos, pode ficar doente e há diversas razões para isso acontecer. Porém, o Greyhound possui predisposição a algumas doenças e você pode saber um pouco mais sobre cada uma a seguir.

Torção Gástrica

Devido à anatomia do Greyhound, essa raça tem tendência ao acúmulo de gases no estômago, o que pode desencadear uma torção gástrica, condição perigosa que coloca a vida do pet em risco. Como o próprio nome já diz, a torção gástrica acontece quando o estômago se contorce, podendo interromper o fluxo de sangue local. O problema é mais comum em raças grandes que comem ou tomam bastante água e logo após praticam exercício físico. Se você notar sinais no seu cachorro como inquietação, salivação, lambedura dos lábios, gengivas pálidas, sinais de dor e tentativa de vomitar, leve-o ao médico veterinário o mais rápido possível. 

Osteossarcoma (câncer ósseo)

Infelizmente, há muitos casos registrados de câncer ósseo na raça Greyhound, mas não se sabe ao certo o porque, apenas que pode ter uma relação com a genética desse cão. O osteossarcoma é mais comum em ossos longos, como os dos membros, raramente afetando os ossos do crânio e da coluna vertebral. Sabe-se que os cachorros machos têm mais probabilidade de desenvolver a doença, assim como os de meia-idade e jovens. Apesar de ser um câncer maligno, na maioria dos casos, se diagnosticado de forma precoce, a amputação pode ser sugerida como parte do tratamento. Ao contrário do que algumas pessoas pensam, o pet pode levar uma vida normal sem um dos membros, desde que ele tenha um acompanhamento e muito amor e carinho.

Problemas cardiovasculares

Um corredor nato como Greyhound precisa ter um coração funcionando perfeitamente para bombear sangue rico em oxigênio para todo o corpo, mas infelizmente, alguns exemplares dessa raça podem apresentar problemas genéticos neste órgão vital. Uma das principais condições que o afeta são os murmúrios, consequência do sangue passando de forma turbulenta nas câmaras cardíacas ou pelo mau funcionamento de alguma válvula. Os Greyhounds ainda podem ser acometidos com hipertensão, hipertrofia cardíaca e trombocitopenia. Por isso, é muito importante que essa raça realize exames de check-up pelo menos uma vez ao ano.

Onicodistrofia lupóide simétrica

Apesar de ser uma condição rara na população canina, alguns Greyhounds possuem um problema com unhas quebradiças que esfarelam e muitas vezes até sangram, o que pode caracterizar a onicodistrofia lupóide simétrica, uma doença que não se sabe ao certo porque acontece, mas aparenta ser autoimune (quando o seu sistema imune ataca células saudáveis). Por mais que esse diagnóstico seja incomum, nos Greyhounds há uma predisposição e um maior número de casos ligados a essa doença. 

Outros problemas que podem afetar o Greyhound:

As doenças citadas aqui são provenientes de estudos e artigos de predisposição de certas doenças em raças. Lembrando que seu pet pode viver uma vida saudável sem ser acometido por nenhuma enfermidade. Entretanto, a informação e conhecimento são importantes e a qualquer sinal de anomalia com seu peludo, procure um médico veterinário.

Sobre o autor

Beatriz Mario

Beatriz Mario

Estudante de Medicina Veterinária, sonho que tenho desde criança, cresci com gatos e hoje sou uma felícia assumida. Tenho dois felinos resgatados: o Frodo e o Bilbo, que são considerados meus filhos de pelo. Meu propósito de vida é ajudar o máximo de pets possíveis e fazer com que eles fiquem mais felizes e saudáveis escrevendo para o blog da Petlove.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.