Hemoparasitoses em cães – a doença do carrapato!

Hemoparasitoses em cães – a doença do carrapato!

Hemoparasitoses são doenças causadas por protozoários, helmintos ou bactérias que atingem os animais por meio da corrente sanguínea. O carrapato, por se alimentar de sangue, é o principal meio de transmissão dessas doenças, popularmente chamadas de doença do carrapato.

Hemoparasitoses em cães - a doença do carrapato!

Hemoparasitoses em cães – a doença do carrapato!

As hemoparasitoses caninas abrangem várias doenças que são transmitidas pelos carrapatos que parasitam os cães, por isso é necessário que se esteja atento para caso o animal apresentar infestação de carrapatos. Caso esteja, é imprescindível levá-lo imediatamente ao médico veterinário, para estabelecer o controle imediato por meio de carrapaticidas, tratando o ambiente para eliminar a população de carrapatos e, posteriormente, observar o comportamento do cão para se identificar possíveis sintomas da doença.

A Babesiose é uma das principais hemoparasitoses, transmitida aos cães pelo carrapato marrom (Rhipicephalus sanguineus), também chamado carrapato dos cães. É é causada pelo protozoário Babesia canis, que infecta e destrói os glóbulos vermelhos do sangue. Os sintomas podem não se manifestar no início da infecção, ou aparecerem somente após o animal passar por um período de esforço físico, cirurgia ou outras infecções, e são basicamente febre, icterícia, depressão e fraqueza. É importante estar sempre atento ao comportamento do seu cão, para identificar caso ele apresente desânimo e prostração.

O diagnóstico da babesiose é obtido por meio de exame de sangue, onde é possível observar e identificar a presença da Babesia entre as células sanguíneas, e frequentemente observa-se anemia hemolítica. O tratamento é feito por meio de medicamentos específicos, chamados babesicidas ou piroplasmicidas, que combatem o agente causador, e tratamento das complicações secundárias, como a anemia e insuficiência renal, com remédios e em alguns casos, hemodiálise. A Babesiose pode ser fatal, por isso é muito importante que o diagnóstico seja feito o mais rápido possível.

Outro exemplo de doença transmitida pelo carrapato dos cães é a Erliquiose, ou Erlichiose, causada por bactérias do gênero Ehrlichia, que ao contrário da Babesia, infecta os glóbulos brancos do sangue, ou seja, as células de defesa do organismo. Os sintomas aparecem de 6 a 10 semanas após a infecção e consistem em: perda de peso, sensibilidade abdominal, inchaço das patas e depressão. O animal fica suscetível à infecções secundárias, como problemas de pele, pneumonias e diarreias, podendo apresentar hemorragias devido ao baixo nível de plaquetas, componentes sanguíneos que auxiliam a cicatrização. Os sintomas da Erliquiose podem ser confundidos com os da cinomose, por isso é importante que o veterinário solicite um exame de sangue para realizar o diagnóstico e tratamentos corretos.

A Erliquiose é tratável em qualquer fase, por meio de medicamentos cães, principalmente antibióticos, e quanto mais cedo for iniciado o tratamento, maiores são as chances de cura.

Sobre o autor

Bruno Oliveira

8 Comentários

  • olá meu também esta tomamando injeçao de antibioticos já auma semana está muito fraco não quer comer nada estou dando comida batida com um seringa porfavor o que devo fazer pra que ele não fique tão fraco. Devo pedir que o veterinario coloque ele no soro?

    • Marlene me chamo Ana Paula e estou com minha filha assim, como vc descreveu.
      Me ajuda relatando como você cuidou dela?!
      Estou desesperada sem saber o que fazer, já não confio nos veterinários mais.

  • minha cadela tambem teve esse doença. uma pastor de 3 anos faleceu ontem após 4 dias internada. eu minha esposa e meu filho ficamos arrasados. Um conselho a quem ama seus cães, qualquer mudança de comportamento levem logo ao veterinario pois essas hemoparasitoses são cruéis e matam seu amigo.

  • O meu cachorro está com suspeita dessa doença. Ele está muito fraco parece que não está enxergando direito. Começou o tratamento ontem, será que este sintoma é normal da doença?
    Estou muito preocupada com ele, torço para que ele melhore

  • peguei um cacho de rua para cuidar, ele está seco de mais. comprei ração e vitamina, mas ele ñ engorda e nem apresenta melhoras. já tinha outro cachorro antes dele,e, ñ tinha carrapatos, mas quando peguei o outro ele encheu do mesmo. pessebi que o cão de rua ñ fica com os carrapatos, só o com mais tempo na casa. oque seria?

  • Olá, bom dia.
    Meu cachorro fez o tratamento da doença, fez o tratamento com a doxiciclina injetável por 14 dias contínuos, e antes estava no tratamento oral com Doxi 100 também por 14 dias, descobrimos a doença bem antes de apresentar os sintomas, ou seja, bem no inicio, foi por pura sorte na verdade. Só que o veterinário que cuidou dele não e da minha cidade, e o que tem aqui não tem recurso para fazer um exame de sangue novamente, mas estou preocupada, sera que ele esta livre da doença? Ele esta super animado de cansar a gente querendo brincar a todo instante, comendo muito bem.

    • Olá Deisimara, tenho um cachorro que passou por isso, fez todo tratamento e ficou sem andar, pois essa doença tem mt sequelas diferentes, ele tem 3 anos paralitico, e está bem. Acho que o seu da forma que está tá bem, o primeiro indicio é a alimentação, se para de comer não está bem.Quando poder leve o para refazer os exames.

Deixe um comentário