Iluminação para Aquários

Um aquário ideal é o que possui a capacidade compatível com a quantidade de peixes, filtros adequados para a água, ração balanceada disponível, entre outros. Mas um fator determinante para o equilíbrio total do ambiente é o de usar plantas vivas nele, alimentadas por uma iluminação apropriada. Ao contrário do que muitos pensam, a iluminação dos aquários vai muito além de realçar as cores e a beleza dos peixinhos, já que as plantas trazem diversos benefícios para o ambiente e a luz é necessária para que elas façam a fotossíntese e sobrevivam.

Alguns direitos reservados por The Wandering Angel

Um fator determinante para o equilíbrio total de um aquário é o de usar plantas vivas nele, alimentadas por uma iluminação apropriada.

Em ambientes comuns como os de água doce, as lâmpadas mais apropriadas são as fluorescentes de mercúrio, especialmente para aquários com mais de 60 cm de profundidade. Nesse caso, a iluminação deve ser mantida entre oito a dez horas ligada para que as plantas permaneçam sadias. Para calcular a potência correta da lâmpada, deve-se seguir a proporção de 1 watt a cada 2 litros de água. Ao longo do tempo, a capacidade de iluminação das lâmpadas fluorescentes cai lentamente, sendo que em dois anos elas chegam a perder 70 a 80% de sua luz. Portanto, é aconselhável que elas sejam trocadas a cada seis meses para evitar problemas e o consequente desequilíbrio do meio.

A melhor maneira de fixar a lâmpada no aquário é na parte superior dele, onde é necessário que um suporte revestido com tinta ou elementos refratários seja instalado, pois ele ajuda a otimizar a iluminação do aquário. Porém, é importante evitar materiais oxidáveis como o ferro para esta estrutura, visto que ele pode se deteriorar e soltar poluentes na água. Como a iluminação vem de cima, a limpeza da tampa de vidro e das lâmpadas é fundamental para evitar que poeira, algas ou sais produzidos pela evaporação da água se acumulem nessa área, pois podem alterar as condições da água, causar riscos para a saúde dos peixinhos e diminuir a incidência de luz no aquário.

Existem lâmpadas muito eficientes disponíveis no mercado, especialmente desenvolvidas para as necessidades das plantas no aquário. Porém, algumas pessoas acreditam que uma opção viável é a de usar a luz do sol para as plantas e isso é completamente errado, já que o aquário precisa de uma temperatura constante e adequada para cada espécie de peixe.

Enfim, a qualidade de vida dos peixinhos é muito melhor com plantas no aquário, pois elas ajudam a limpar as impurezas do ambiente e melhorar a oxigenação da água. Qualquer animal depende do equilíbrio de seu habitat e no caso dos aquários, isso não é diferente. É necessário estar atento a todos os detalhes para conseguir sucesso na criação desses lindos animaizinhos de estimação.

Sobre o autor

Bruno Oliveira

Deixe um comentário