Levar o pet pro Carnaval é uma boa ideia?

Cada vez mais, queremos que os pets façam parte do nosso dia a dia. É comum hoje em dia levarmos nossos peludos para shoppings, restaurantes e até mesmo para bares, mas em alguns casos, o melhor ainda é deixá-los em casa!

Os bloquinhos estão tomando conta das ruas de São Paulo e de outras regiões de nosso país. Com isso, alguns pais de pets que querem curtir o Carnaval acabam levando os cachorros junto, mas isso pode ser um tanto quanto problemático para eles. O barulho, o excesso de gente, a sujeira das ruas e outros fatores podem ser bem prejudiciais, portanto, o ideal é curtir sem nossos cães. Ainda não está convencido? Veja a seguir alguns motivos:

O barulho do Carnaval

Carnaval é sinônimo de música – e música bem alta. Como sabemos, os pets têm uma capacidade muito maior do que nós de perceber a intensidade dos sons, por isso, o que já parece alto para nós, pode ser bem mais incômodo para eles…

O tumulto da festa

Andar em meio à multidão pode ser um tanto quanto ruim até mesmo para nós, que conseguimos desviar e pedir licença, mas pense no seu pet, bem abaixo do nível das pessoas, sendo literalmente pisado pelos foliões. O risco de acidentalmente derrubarem coisas como bebida, por exemplo, sobre o pet também é grande, fora o fato dele poder se sentir bastante desconfortável em meio a essa situação tão atípica…

Os risco para as patas

É inevitável que garrafas se quebrem e que joguem bitucas de cigarro no chão enquanto andam pelas ruas pulando Carnaval… Imagine o estrago que um (ou os dois) podem fazer nas patinhas do seu pet…

Calor excessivo

Os bloquinhos costumam acontecer no início da tarde, quando o sol está “tostando”. Andar num lugar cheio de gente e super quente nunca é uma boa ideia para os animais de estimação, que não suam como a gente e podem ter a temperatura do corpo elevada de forma abrupta, causando hipertermia, um problema grave que pode, dependendo do caso, não ser reversível, resultando em óbito.

Portanto, deixe seu pet em casa!

Antes de ir para a festa, leve seu pet para passear, brinque com ele e ofereça um petisco especial. Certamente, ele sentirá menos a sua falta estando cansado, satisfeito e longe do tumulto da folia! 😉

Sobre o autor

Jade Petronilho

Jade Petronilho

É jornalista por formação e comportamentalista veterinária por paixão. Desde criança é a "louca dos bichos", por isso resolveu estudar medicina veterinária, etologia e nutrição animal, mas ainda pretende, um dia, fazer zootecnia. Atualmente tem dois cachorros, dois gatos e 13 peixes, mas além de cães, gatos e peixes, também já foi tutora de um coelho, três periquitos, dois porcos da índia, dois pintinhos e três cabritos.

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.