O Passeio para os cães

Para muitos cães, as palavras “vamos passear” têm o efeito quase mágico de deixá-los totalmente eufóricos e felizes. Isso não é à toa. O passeio, para os cães, além de ser um hábito saudável, é muito necessário para aliviar o estresse, especialmente em pets que vivem em espaços pequenos, apartamentos, dentro de casa, ou que passam muito tempo solitários.

Para levar o cãozinho para um passeio com segurança, é necessário que sejam tomados alguns cuidados prévios. Se o pet for de porte grande, deve-se utilizar focinheiras, coleiras e guias reforçadas, para evitar que ele se descontrole quando avistar outros animais e pessoas. É muito importante que o condutor do passeio tenha afinidade com o cão, dessa forma, é possível controlá-lo melhor com a guia e comandos de voz. Também é importante que ele esteja corretamente vacinado, independente da raça, porte ou idade. Nas ruas, praças e áreas comuns das cidades, transitam muitos animais que podem estar doentes e, se não estiver devidamente imunizado, o animal pode ser acometido por bactérias e outros microorganismos causadores de doenças.

Para passeios com cães de pequeno porte, alguns donos preferem bolsas de transporte, especialmente para transitar por lugares mais movimentados, porém, essa alternativa não traz o benefício de o cão se exercitar, o que também é muito importante. Por esse motivo, vale a pena procurar lugares calmos, onde o cão possa transitar sem problemas, sempre com a guia adequada ao seu porte.

Em climas muito frios, é recomendável que o animal esteja protegido com roupinhas de inverno, que, além de darem um charme a mais ao animal, também ajudam a manter o calor do corpo, especialmente em cães de pelo curto. Outro cuidado importante a ser tomado é evitar os horários de sol muito forte, pois o chão pode estar quente demais e ferir as patas do amiguinho. Em alguns casos, formam-se bolhas e a região pode sangrar.

Os pets precisam manter uma rotina, por isso, caso se pretenda passear regularmente com o pet, deve-se estabelecer uma rotina a ser seguida, procurando sair sempre no mesmo horário. Outro ponto importante é o de se evitar locais de muito barulho e movimento intenso, pois do contrário, pode assustar e estressar o cão. O dono não deve se esquecer de sempre levar para o passeio um saco plástico para recolher as fezes do animal. Desse modo, o dono colabora também para a limpeza dos locais por onde o pet circula. Com esses pequenos cuidados, os passeios serão felizes e sem imprevistos.

Sobre o autor

Bruno Oliveira

Deixe um comentário