O que fazer quando alguém é picado por uma cobra?

Não podemos negar que as cobras estão entre os animais mais temidos pelas pessoas. Apesar disso, alguns tipos de serpentes estão se popularizando cada vez mais como animais de estimação. Mas calma: nem todas podem ser consideradas e criadas como “pets”. As cobras najas, por exemplo, que ganharam notoriedade recentemente após o caso de um estudante de medicina veterinária ter sido picado por uma exemplar em Brasília, são proibidas de serem criadas dentro de casa por serem peçonhentas. Inclusive, é considerado crime aqui no Brasil ter algum animal silvestre ou peçonhento em casa.

Fui picado por uma cobra, e agora?

Acidentes com cobras são atípicos no Brasil, mas não raros, já que entre 2000 e 2018, o Ministério da Saúde apontou mais de 500 mil ocorrências com serpentes no País, o que dá, em média por ano, mais de dois mil casos a cada mês. Mas, afinal, o que devemos fazer quando uma pessoa é picada por uma cobra? A primeira indicação é tentar saber qual o tipo da serpente em questão, pois o soro antiofídico e os sinais clínicos variam de acordo com as espécies. Tentar anotar as características do animal ou tirar uma foto ajudarão – e muito – no momento do médico realizar os primeiros atendimentos.

O que fazer quando alguém é picado por uma cobra?

Em casos de acidentes com cobras pet, que não são peçonhentas ou venenosas, o recomendado é higienizar muito bem o local a fim de evitar infecções. Agora, se a picada acontecer em um ambiente livre, o ideal é ir imediatamente para um hospital, pois há grandes chances da serpente ser tóxica. Ah, lembre-se de chamar a Polícia Ambiental para capturar o animal para que não ocorram outros acidentes e nunca tente matá-lo.

Vale destacar que o Governo Federal disponibiliza no SUS (Sistema Único de Saúde) o tratamento com soro antiofídico para acidentes envolvendo cobras. Logo, o melhor a se fazer é correr diretamente para um hospital. Então esqueça aqueles “ensinamentos antigos” como chupar o local da ferida para sugar o veneno, por exemplo, pois são práticas não recomendadas e podem agravar ainda mais as condições.

Cães e gatos

Picada de cobras tóxicas em cães e gatos é algo extremamente perigoso e pode causar o falecimento do pet caso a pessoa tome decisões erradas. As recomendações seguem a mesma linha: evitar tocar no local e levá-los imediatamente para atendimento em um médico veterinário mais próximo. É importantíssimo seguir essas indicações para que o cão ou gato não corra risco de vida!

Sobre o autor

Gabriel Arruda

Gabriel Arruda

É estudante de Jornalismo, apaixonado por animais e esportes. Está sempre em busca de novos desafios, justamente pela curiosidade que o toma conta. Pai de um Beagle chamado Johnny, mais conhecido como "o Destruidor".

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.