O setter irlandês pode correr bastante?

O setter irlandês é um cachorro de caça que se adapta muito bem à vida de cão de companhia. Apegado à sua família humana, ele gosta de estar por perto e principalmente de interagir com todos. Sempre bastante brincalhão e cheio de energia, trata-se de uma raça que dificilmente não vai querer participar de uma aventura.

Cães da raça setter irlandês precisam de bastante atividade física e mental todos os dias. Com isso, eles gastam a grande energia que possuem, mostrando-se satisfeitos como espécie e não se sentindo ociosos, o que pode fazer com que se tornem um tanto quanto destruidores.

Problemas comportamentais como ansiedade, por exemplo, também são comuns em pets que não se exercitam como deveriam, portanto, se você tem um setter, prepare-se para dedicar um bom tempo de seus dias para ele. Se sua rotina é mais complicada, o ideal é contratar alguém que supra essa necessidade do peludo, o levando para passear e brincando com ele frequentemente. Uma opção é também matriculá-lo em uma creche para cães, onde ele poderá socializar com outros animais e brincar por horas.

Por ser um cachorro ativo e que requer um gasto alto de energia, o setter irlandês pode correr bastante, mas antes de sair em disparada com o pet, é indicado realizar um checkup com um médico veterinário. Alguns exemplares da raça podem ter problemas cardíacos e articulares, o que os restringe a fazer certos tipos de exercício.

Como possui propensão à torção gástrica (quando o estômago “gira” em torno do seu próprio eixo), não é aconselhado que brinquem ou corram depois de comer ou beber muita água. Essa condição é emergencial e requer uma intervenção rápida para salvar a vida do animal.

Seguindo essas dicas e estando tudo certo com a saúde do seu pet, é só pegar a guia e calçar o tênis. Boa corrida!

Sobre o autor

Jade Petronilho

Jade Petronilho

É jornalista por formação e comportamentalista veterinária por paixão. Desde criança é a "louca dos bichos", por isso resolveu estudar medicina veterinária, etologia e nutrição animal, mas ainda pretende, um dia, fazer zootecnia. Atualmente tem dois cachorros, dois gatos e 13 peixes, mas além de cães, gatos e peixes, também já foi tutora de um coelho, três periquitos, dois porcos da índia, dois pintinhos e três cabritos.

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.