Pais de gatos adiam visitas ao médico veterinário, aponta estudo da Royal Canin

Um estudo recentemente divulgado pela Royal Canin mostra um dado alarmante: 42% dos pais de gatos costumam adiar as visitas ao médico veterinário. Esta informação chama a atenção dos petlovers especialmente por poder comprometer a qualidade de vida e interferir negativamente na saúde dos felinos domésticos – que raramente demonstram quando possuem algum tipo de enfermidade.

Junto à pesquisa, a marca referência em nutrição animal lança sua campanha intitulada “Saúde é única para cada gato – #MeuGatoNoVet”, que visa mostrar a importância do cuidado preventivo. Durante todo este semestre de 2019, a empresa fará ações voltadas para o tema como a websérie ”#OMundodosGatos”, disponibilizada em seu canal do Youtube.

“No estudo que fizemos, 42% dos tutores de gatos no Brasil adiam a visita ao consultório e procuram informações na internet, o que pode ser prejudicial ao animal, pois as doenças podem demorar muito para ter sintomas mais aparentes”, revelou Gláucia Gigli, Diretora de Marketing da Royal Canin no Brasil, em nota oficial divulgada pela companhia.

Levar seu pet ao médico veterinário de uma a duas vezes ao ano é muito importante não somente para manter as vacinas em dia, mas para monitorar seu peso e possíveis alterações ocorridas ao longo de sua vida. De acordo com a pesquisa, dentre os assuntos mais discutidos entre profissionais e pais de pets está a alimentação, abordada em 49% das consultas.

Sobre o autor

Matilha Petlove

Matilha Petlove

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.