Pastor Alemão – Principais doenças

O Pastor Alemão é uma raça que ao menor sinal de perigo, irá defendê-lo a todo custo, sem medir possíveis consequências. Cães desta raça costumam ser bastante requisitados para auxiliarem policiais em forças tarefas devido à sua inteligência e agilidade extrema. 

Por conta desta procura exacerbada da raça para esse tipo de trabalho, algumas doenças se mostram presentes cada vez mais entre  seus exemplares. Problemas como megaesôfago, displasia coxofemoral e doença de Von Willebrand se tornaram cada vez mais frequentes. A seguir, falaremos um pouco delas.

Megaesôfago

O megaesôfago ocorre quando o esôfago apresenta dilatação excessiva. Essa dilatação excessiva faz com que os movimentos peristálticos parem total ou parcialmente. 

Além do Pastor Alemão, raças como Fox Terrier, Shar Pei, Greyhound e Pug possuem predisposição para esta condição.

Cães que apresentam este problema, possuem dificuldade em engolir, salivação excessiva e alteração no apetite. Há também o risco do cachorro regurgitar o alimento ingerido e, por acidente, aspirar o conteúdo regurgitado, resultando em um quadro de pneumonia aspirativa.

O diagnóstico é feito por histórico clínico e o médico veterinário pode contar com o auxílio de exames complementares como a esofagografia – onde serão observados o deslocamento da traqueia e a dilatação do esôfago.

Doença de Von Willebrand

A doença de Von Willebrand ocorre quando o nível do fator sanguíneo VWF está abaixo do normal. Com esse nível baixo, os coágulos sanguíneos não são formados no tempo normal. Esse fator sanguíneo é essencial para que as plaquetas se aglomerem em uma ferida, dando início ao processo de cicatrização. O fator VWF tem a função de “cola”, onde irá  “juntar” as plaquetas na ferida e, sem essa “cola”, ocorre um sangramento prolongado.

Na maioria dos cães, a doença de Von Willebrand apresenta-se de forma leve e não causa maiores problemas. Porém, em alguns casos,  sintomas podem ser observados como sangramento na gengiva e em dias quentes o nariz pode sangrar sem motivo aparente. Caso isso ocorra, leve-o imediatamente ao médico veterinário.

Displasia coxofemoral

A displasia coxofemoral está presente em muitas raças – principalmente nas de porte grande -, e ocorre por uma má formação nas articulações e podem ser classificadas em vários estágios. Essa doença pode acontecer por herança genética ou adquirida ao longo da vida do cachorro por alguns fatores como obesidade e sobrecarga de atividades físicas. 

O tratamento e a evolução do quadro clínico dependerão das alterações apontadas no exame radiográfico.

Piodermite

A piodermite é uma infecção bacteriana que mais acomete os cães. Normalmente, ocorre em locais revestidos por pelos, locais onde ocorrem traumas repetidos ou locais com dobras e pregas cutâneas. Essa doença pode estar relacionada primamente com alguma outra doença. Além do Pastor Alemão, raças como Bull Terrier, Dogue Alemão, Boxer e Pinscher possuem maior predisposição para piodermite – porém, qualquer cachorro, independentemente da raça, pode vir a desenvolver a doença. A presença de alopecia, prurido e secreção purulenta (pus), são sintomas bem característicos. 

O diagnóstico é feito através do histórico clínico do cachorro e exames complementares como raspado cutâneo, para analisar e identificar a bactéria presente, podendo diferenciar de outras possíveis doenças que possuem os mesmos sintomas. 

O tratamento é feito normalmente com antibióticos, e caso a piodermite esteja relacionada com alguma doença primária que não foi devidamente tratada, há chances de recidiva.

Sobre o autor

Gabriela Azevedo

Gabriela Azevedo

Formada em design gráfico e cursando medicina veterinária, profissão que herdei paixão graças ao meu pai. Catlover e apaixonada pelos meus 6 gatinhos (Tchantcham, Drake, Josh, Marie, Maysa e Cara Preta -in memoriam- ♥) e pelos pets agregados que fazem parte da minha vida (todos os que encontro. bem doida dos bichos!).

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.