Pets já podem ser registrados como “filhos” de verdade no Brasil

Muita gente considera seus pets como filhos. Sendo parte da família, por que eles não poderiam – de fato – serem registrados oficialmente em cartório? Pois bem, em várias cidades do Brasil, isso já é possível há alguns anos!

Com o registro do pet em cartório, você consegue até mesmo dar seu sobrenome ao seu filho de quatro patas, realmente oficializando o laço que existe entre vocês! Na certidão, aparecem os dados do cachorro, gato ou outro animal, informações sobre seus pais humanos (ele pode ser registrado em nome de mais de uma pessoa) e também citadas particularidades do peludo como manchas diferentes, seu comportamento etc.

Para realizar o pedido da certidão, é preciso antes preencher os dados no site do IdentiPet e levar o documento impresso juntamente com RG, CPF e comprovante de residência até o cartório mais próximo. Lá será cobrada uma taxa – que varia de acordo com a região – e posteriormente emitida a certidão que possui valor legal.

A certidão não somente oficializa que o pet é seu, mas também pode auxiliar em casos de divórcio, por exemplo.

Sobre o autor

Jade Petronilho

Jade Petronilho

É jornalista por formação e comportamentalista veterinária por paixão. Desde criança é a "louca dos bichos", por isso resolveu estudar medicina veterinária, etologia e nutrição animal, mas ainda pretende, um dia, fazer zootecnia. Atualmente tem dois cachorros, dois gatos e 13 peixes, mas além de cães, gatos e peixes, também já foi tutora de um coelho, três periquitos, dois porcos da índia, dois pintinhos e três cabritos.

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.