Por que cachorro não pode comer pão?

Você está ali, tomando café da manhã ao lado da família quando, de repente, seu cachorro sai da casinha, para ao lado da mesa e fica te encarando, aliás, encarando o seu pão, como se fosse o último copo d’água no deserto. O que você faz? Corta um pedaço e dá para ele. A dúvida que fica é: pão faz mal para eles?

Já respondendo sua dúvida, sim, os pães fazem mal para os cachorros. E nós te explicamos o por quê.

Por que cachorro não pode comer pão?

Por que cães não podem comer pão?

Dificilmente veremos um cachorro rejeitar um pedaço de pão, não é mesmo? O cheiro e o sabor são muito atrativos para eles, que obviamente não pensam nas consequências de ingerir um alimento inapropriado. Então, cabe aos pais humanos cumprir esse papel.

Pães são alimentos riquíssimos em carboidratos. Quando ingeridos, automaticamente são transformados em açúcar pelo organismo. À vista disso, eles podem contribuir para problemas de saúde como diabetes canina e obesidade, ainda mais se forem oferecidos em grandes quantidades ou se a alimentação do pet já tiver um alto nível de carboidratos.

Fermento = perigo!

O pão é produzido à base de fermento, uma substância que pode causar, entre outros problemas, inchaço no trato intestinal do cão, consequentemente, provocando incômodos, gases e vômitos. Também chamado de dilatação vólvulo gástrica, essa complicação é de caráter emergencial e chega a ser fatal em alguns dos casos. O estômago do pet se enche de gases até se contorcer, gerando dores intensas. Quando o fermento é oferecido em grandes quantidades ou sem ter passado pelo aquecimento adequado, isso tende a ser pior. 

Álcool 

E não para por aí: além do inchaço intestinal, diabetes e obesidade, o pão pode causar envenenamento por álcool, também provocado pelo fermento. A ingestão da massa feita à base de fermento pode produzir álcool no organismo, que é extremamente nocivo para eles. Os sinais do problema são: vômitos, diarreia, desorientação, tremores, respiração ofegante e perda dos movimentos.

Alergias

Às vezes, um cachorro pode apresentar problemas de saúde ao consumir um pão, mas não especificamente por causa do pão, mas sim por uma substância contida em sua fabricação. Em outras palavras, o pet pode ser alérgico a um dos ingredientes utilizados, como o trigo ou o próprio fermento.

Na dúvida, evite!

A princípio, o pão é um alimento dispensável para seres humanos, e deve ser ainda mais para os cachorros. O valor nutricional dele é baixo e, por isso, não é fundamental para uma dieta balanceada. Se o seu cão é daqueles insistentes, que fazem de tudo para conseguir o que deseja, acostume-o apenas com petiscos apropriados. E sempre que tiver dúvidas sobre o que oferecer para ele, consulte um médico veterinário de confiança. Ah, e caso queira oferecer inovar, aqui no Blog Dicas Petlove temos uma categoria com várias receitas que você mesmo pode fazer em casa – tenho certeza que o seu cão irá adorar!

Um pedaço pequeno de pão, uma vez no ano, não tenderá a ser problema, mas sim se isso costuma ser um hábito e/ ou se for dado em grandes quantidades. Se o seu pet roubou um monte de pão da sua mesa, por exemplo, consulte um médico veterinário rapidamente. 

Sobre o autor

Gabriel Arruda

Gabriel Arruda

É estudante de Jornalismo, apaixonado por animais e esportes. Está sempre em busca de novos desafios, justamente pela curiosidade que o toma conta. Pai de um Beagle chamado Johnny, mais conhecido como "o Destruidor".

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.