Cadastre-se e ganhe 20% OFF na primeira assinatura!

Por que meu gato fica me encarando?

Tudo na anatomia e no funcionamento dos olhos dos gatos tem a ver com a experiência deles como caçadores. 

Os felinos têm olhos grandes, em proporção tanto ao tamanho do corpo quanto ao tamanho da cabeça, voltados para a frente, o que é comum em predadores. Seu campo visual cobre em torno de duzentos graus, incluindo a visão periférica.

Os olhos dos gatos também respondem melhor a movimentos rápidos, o que os tornam ideais para que nossos amados caçadores apanhem um rato ligeiro ou um pássaro que voe na sua frente.

Porém, a visão deles não é tão boa para lidar com as presas que estão muito próximas, sendo bastante embaçada a curta distância e menos detalhada do que a nossa.

Na verdade, a distância focal ideal para eles fica entre dois e seis metros, perfeita para perseguir um pássaro ou rato. Se a presa estiver a menos de trinta centímetros de distância, os olhos felinos nem entram em foco; a essa distância, são os bigodes que entram em ação para identificar os detalhes. 

As pupilas se dilatam em condições de pouca luz, mas também durante uma reação de lutar ou fugir. Pupilas dilatadas permitem a entrada de mais luz e informações sobre o ambiente (quando os gatos estão avaliando uma situação de perigo, por exemplo, mais informações o ajudam a encontrar diferentes rotas de fuga). 

Quanto mais dilatadas as pupilas, mais na defensiva o felino se sente, provavelmente. Por outro lado, um gato com as pupilas contraídas se sente confiante e relaxado.

Porém, não podemos resumir tudo a partir do que os olhos estão fazendo, mas sim de como exatamente estão sendo usados. Uma encarada costuma ser um desafio, mas o grau de concentração ou distração de um gato enquanto encara pode comunicar a seriedade desse “desafio”.

Assim como os cães, os gatos sabem ler nossas expressões faciais com muita facilidade, e muitas vezes eles ficam nos encarando tentando adivinhar o que estamos querendo “falar” com as nossas expressões, nossos olhares etc.

Os gatos pode ficar nos encarando por vários motivos: 

  • Pedido de atenção 
  • Chamar para brincar
  • Medo
  • Tentando se comunicar

Tudo vai depender do contexto do momento e das outras expressões corporais e faciais que o gato está fazendo.

Piscar de forma lenta para os tutores pode ser indício de emoções positivas, mas felinos que piscam muito rápido podem estar com dor. O tutor precisa ter os olhos bem treinados para saber a diferença entre os comportamentos. 

Em algumas situações, ficar encarando o gato pode ser ameaçador para ele, por isso é tão importante aprendermos sobre linguagem corporal felina.

Um gato que evita contato visual com outro felino normalmente faz isso de propósito, em geral para minimizar a possibilidade de um confronto.

Compartilhe esta matéria!

Sobre o autor

Isabela Zitti

É Médica Veterinária Especializada em Comportamento Felino e com pós- graduação em Clínica Médica de Felinos. Possui 10 gatos ( 8 resgatados da rua) que são o amor da vida dela, e esse amor a fez dedicar-se exclusivamente ao atendimento comportamental de felinos.
Isabela possui várias certificações internacionais e realiza consultas, cursos e palestras por todo o país.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.