Por que meu cachorro morde o rabo?

Com toda a certeza, quem tem um pet em casa já se perguntou: “por que meu cachorro morde o próprio rabo?” Chega a ser engraçado a forma como alguns perseguem a sua própria cauda, como se estivessem caçando uma presa.

Por que meu cachorro morde o rabo?

Embora seja comum, o ato de morder o rabo com frequência deve chamar a atenção dos pais humanos, tanto para problemas de saúde quanto de comportamento. Lembre-se que: comportamentos compulsivos não são normais!

Cachorro com tédio! zZz

O tédio gera estresse e ansiedade. Ponto! Esses são combustíveis silenciosos que provocam, além de muitos outros problemas, comportamentos destrutivos e repetitivos. Como sempre estamos nos pondo no lugar de nossos cachorros, pense o quanto seria difícil ficar confinado dentro de casa todos os dias, sem ter o que fazer. Só de pensar já bate um calafrio, né?

Então, na busca por atenção ou simplesmente por algo que fazer, muitos cachorros desenvolvem condutas inadequadas, como morder a própria cauda.

Pulgas

Também há a possibilidade do cachorro estar com pulgas ou outros parasitas na região ou próximo ao rabo. Como todos sabem, esses encrenqueiros provocam uma coceira intensa que, se não tratada, pode causar uma reação alérgica ou até mesmo feridas.

Problemas de pele

Alguns problemas de pele, como sarna, fungos ou a própria dermatite alérgica à picada de pulga (DAPE), também estão entre os principais motivos para que os cães mordam o rabo com frequência.

Lesões

Seu cachorro anda mordendo o rabo com frequência? Saiba que, infelizmente, ele pode ter algum tipo de lesão ou fratura na parte traseira ou nos membros posteriores. Por ser difícil de diagnosticar, é comum que cachorros sofram com dores bastante intensas até que o pai humano note e o leve para uma consulta. Nesse meio tempo, morder ou lamber o rabo incessantemente pode ser uma das formas de chamar a atenção ou desviar o local da dor.

Glândulas anais

Você já ouviu falar em glândulas anais? Como o próprio nome entrega, são duas glândulas localizadas próximas ao ânus responsáveis por armazenar uma substância que lubrifica o reto para uma melhor evacuação. Quando não são esvaziadas corretamente, podem causar uma série de complicações no pet, desde uma “simples” coceira excessiva até cistos e abscessos.

É… já não parece tão engraçado ver o seu cachorro correndo atrás e mordendo o próprio rabo, não é mesmo? O ato até pode ser uma simples brincadeira, e a frequência é que vai dizer se ele precisa ou não consultar um médico veterinário.

Sobre o autor

Gabriel Arruda

Gabriel Arruda

É Jornalista, apaixonado por pets e esportes. Está sempre em busca de novos desafios, justamente pela curiosidade que o toma conta. Pai de um Beagle chamado Johnny, mais conhecido como "o Destruidor".

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.