Cadastre-se e ganhe 15% OFF na primeira compra!

Quatro motivos para seu cachorro ter queda de pelo

Fala sério, quem aí nunca saiu pela casa varrendo os pelos soltos do cachorro ou retirando-os da roupa após uma brincadeira? Isso não é só comum, mas também normal. A perda de pelos varia entre as raças, algumas perdem muito, como o Golden Retriever, e outras perdem pouco ou praticamente nada, como o Shih Tzu. Porém, existem alguns motivos específicos que contribuem para que eles tenham queda de pelo.

Má alimentação

Esse é um dos motivos mais comuns que causam a queda de pelo. Uma dieta inadequada tem potencial de causar vários problemas de saúde e ainda fazer com que o pet solte pelos como se não houvesse amanhã.

Cada cão possui sua necessidade nutricional que vai mudando à medida que vai envelhecendo. Ela deve ser muito bem atendida pelos pais humanos, conforme recomendado por um médico veterinário de confiança. A deficiência nutricional faz com que o pet gaste energia, proteínas e outros nutrientes que já estão escassos no organismo responsável pelo crescimento de pelos para outras áreas do corpo.

Hormônios

A queda de pelo excessiva também pode ser motivada por razões hormonais. A doença de cushing, por exemplo, onde o nível de cortisol do cão pode ficar elevadíssimo, ou hipotireoidismo, onde os níveis de hormônios da tireóide são bastante baixos, estão entre os principais determinantes para que os cachorros percam bastante pelos.

Parasitas

A coceira intensa causada por parasitas, como pulgas, carrapatos e ácaros, também pode ocasionar a queda excessiva de pelo. Infelizmente, todos os cães estão propensos a esses visitantes indigestos, e a melhor forma de prevenir é utilizando alguns produtos, como o Antipulgas Simparic, que é recomendado para o tratamento e prevenção de pulgas, infestações de carrapatos e alguns tipos de sarnas.

Razões sazonais

A maioria dos cachorros perde pelos durante o ano todo, mas em duas épocas, geralmente na primavera e no outono, a queda tende a ser maior. Na transição da primavera, por exemplo, a troca acontece por pelos mais finos para as altas temperaturas do verão. Já durante o outono, a pelagem fina dá lugar a pelos mais densos que protegem o pet do frio.

Compartilhe esta matéria!

Sobre o autor

Gabriel Arruda

É Jornalista, apaixonado por pets e esportes. Está sempre em busca de novos desafios, justamente pela curiosidade que o toma conta. Pai de um Beagle chamado Johnny, mais conhecido como "o Destruidor".

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.