Raças de cachorro de guarda

Forte instinto protetor, latido intimidador, agilidade e muita coragem são alguns dos requisitos presentes nas melhores raças de cães de guarda. E se você está em busca de cachorros com este perfil, confira a nossa lista com cinco raças de cachorro de guarda!

Antes dela, é muito importante lembrar que um cachorro de guarda não pode ser confundido com um cão destemperado e agressivo. Todas as raças consideradas de guarda têm em comum o forte instinto de proteger o território, mas para fazer o “serviço” precisam receber socialização e treinamentos adequados para entenderem quando há realmente uma situação de perigo.

Portanto, peça ajuda profissional e treine o seu cachorro para que ele possa viver uma vida física e mental saudável e também com a confiança necessária para te ajudar na missão de manter o território protegido.

Pastor alemão

Vamos começar a nossa lista de sugestões de raças de cão de guarda pelo nome mais famoso!

Sim, o Pastor Alemão não está à toa em vários filmes e séries de ação ou em equipes policiais, de fato a raça é reconhecida por sua dedicação aos treinamentos, por ter muita energia e um nível de inteligência acima da média. 

Se na hora do serviço ele se mostra atento, determinado e dono da situação, com a família é um cachorro super amoroso, brincalhão e companheiro. Com toda certeza é uma escolha sem erro!

Pastor Alemão sentado - cachorro de guarda

Doberman

Se tem um cachorro com “cara e porte de segurança”, ele é o Doberman. Um dos melhores cães de guarda e que é reconhecido por isso no mundo todo.

Sempre alerta, este musculoso e ágil cachorro consegue tomar conta de ambientes maiores sem nenhum problema e, assim como o Pastor Alemão, pode ser facilmente ensinado a aprimorar o seu instinto protetor.

No convívio com a família se mostra um cachorro leal, dócil e que ama receber convites para brincadeiras e passeios ou corridas na rua. Ele vai estimular o lado atleta que vive em você.

Dobermans sentados - cachorro de guarda

Fila Brasileiro

Nesta lista não pode faltar um cachorro que é “coisa nossa”, não é mesmo? E engana-se que ele está aqui somente por patriotismo.

O Fila Brasileiro é mesmo um bom cão de guarda, pois é destemido, protetor e intimida por seu tamanho gigante. Se não é lá um grande exemplo de agilidade – mais indicado para proteger ambientes menores – o grandalhão compensa com muita esperteza e dedicação.

Capriche na socialização e nos treinamentos e você terá um companheiro que saberá respeitar os outros animais, interagir com as crianças e saber entender quando realmente é hora de agir para afastar o perigo. 

Fila Brasileiro andando na água

Bullmastiff

A carinha de bom moço, cheia de ruguinhas, pode dar a impressão para alguns que o Bullmastiff não é um cão de guarda e tem apenas tamanho para tal. Mas é só impressão mesmo

Ele carrega em seu DNA muitos dos requisitos necessários para ser um cachorro “bom de serviço”, principalmente quando o assunto é alertar sobre algum perigo. Portanto, se você tiver um tempinho para lapidar os predicados do grandalhão terá um ótimo companheiro e vigilante.

Atenção! Por ter o focinho achatado, o Bullmastiff respira com mais dificuldade e por isso necessita de lugares mais frescos e sombreados, além de constante fonte de hidratação.

Bullmastiff no jardim

Rottweiler

Quem nunca se admirou com a beleza e força de um Rottweiler, hein? Preferido como cão de guarda desde a época dos romanos, até hoje sua competência é valorizada e por isso ele fecha esta nossa lista.

Extremamente inteligente, ele é capaz de obedecer muitas ordens já no primeiro comando! Robusto, ele encara de frente qualquer perigo e faz de tudo para proteger o seu território e a sua família humana.

Na hora do lazer é muito carinhoso e adora brincar, principalmente com as crianças, nunca esquecendo, de dar aquela olhadinha ao redor para ter certeza que está tudo bem 🙂

Rottweiler de perfil

Gostou da nossa lista de cachorro de guarda? Então compartilhe!

Sobre o autor

Anderson Mafra

Anderson Mafra

Jornalista apaixonado por animais, comunicação, música e que não perde um concurso cultural (na verdade já perdeu vários). Curioso de mão cheia, quer saber sempre mais e compartilhar conteúdo, dicas e curiosidades do mundo pet. É um petlover assumido, sem chance de reabilitação.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.