Sarna demodécica: o que é, sintomas e tratamento

Entre os tipos de sarna canina, podemos dizer que a sarna demodécica, mais conhecida como sarna negra, é a mais séria. Isso porque ela é a única que não possui cura, mas apenas controle do problema para o cachorro infectado.

Quando falamos em “sarna negra”, o que você pensa? Se for em um pet cheio de manchas escuras pelo corpo, acertou em cheio! Esse tipo de sarna é o segundo mais comum e, infelizmente, pode complicar a saúde do cachorro – caso ele não seja cuidado da forma certa.

É a primeira vez que você vê algo sobre sarna demodécica em cães? Então fique por aqui para te explicarmos o que é, como é transmitida, seus principais sintomas e, principalmente, como prevenir!

dois cachorros com sarna demodécica

Sarna negra: o que é?

A princípio, a sarna demodécica é causada pelo ácaro Demodex canis ou Demodex sp e afeta cães de todas as idades. Dessa forma, o que a diferencia dos outros tipos de sarna canina é que esse é um ácaro que vive normalmente na pele de todos os cachorros. Porém, ele se manifesta apenas quando o pet está com a imunidade baixa.

Em outras palavras, o ácaro Demodex é devidamente controlado pelo sistema imunológico dos pets. Contudo, em casos nos quais as defesas naturais não funcionam corretamente, a população desse ácaro pode se multiplicar rapidamente e, assim, fazer com que a doença surja.

Tipos de sarna demodécica

Existem dois tipos de sarna demodécica: a localizada, que causa feridas escuras em apenas algumas partes do corpo, e a generalizada, que afeta o corpo inteiro. Vale destacar que a do tipo generalizada é rara, mas muito grave, uma vez que as feridas são vistas em todas as partes do corpo do pet.

Quais os sintomas da sarna demodécica?

A seguir, veja os principais sintomas da sarna negra em cachorro:

  • Alopecia (queda de pelos)
  • Inflamação
  • Descamação
  • Feridas e crostas
  • Pele avermelhada que posteriormente escurece
  • Infecções bacterianas secundárias na pele
  • Lambedura e mordedura

Como se transmite a sarna demodécica?

A princípio, vale destacar que a sarna demodécica não costuma ser transmissível. Ou seja, não é possível que um cachorro adulto passe para outro adulto através do contato, assim como ocorre com a sarna sarcóptica e otodécica. Contudo, a única forma de transmissão acontece da mãe para os filhotes, durante o período de amamentação.

cachorro com sarna negra

Raças de cachorro propensas à sarna negra

Antigamente existia a premissa de que a doença era uma espécie de “sarna genética”. Entretanto, hoje sabemos que existem algumas raças predispostas à sarna demodécica:

  • American Staffordshire Terrier
  • Boxer
  • Border Collie
  • Dobermann
  • Buldogue Inglês e Francês
  • Pastor Alemão
  • Pitbull
  • Shar Pei

Sarna negra pega em humano?

Não, a sarna negra não pega em humanos. Porém, não é recomendado tocar no cachorro sem qualquer proteção antes de um diagnóstico completo da doença feito por um médico veterinário. Afinal, apenas o profissional pode dizer, de fato, se o pet está com sarna e por qual tipo ele foi infectado.

A sarna negra tem cura? Como tratar sarna negra em cães?

Como dito anteriormente, a sarna negra não tem cura, mas tem tratamento. Então, o melhor tratamento contra esse parasita oportunista deve ser receitado apenas por um médico veterinário.

Aliás, o tratamento precoce é fundamental, já que a demodécica pode provocar furunculose e/ ou infecção bacteriana secundária.

Remédio para sarna negra

Veja alguns remédios preventivos para sarna negra em cachorro disponíveis no petshop online da Petlove.

Lembre-se: consulte sempre o médico veterinário de sua confiança para utilizar qualquer um destes produtos. Além disso, evite aqueles famosos tratamentos caseiros para sarna negra, pois podem causar ainda mais problemas ao cachorro.

Por fim, agora que você já sabe tudo sobre a sarna negra, visite o Blog da Petlove para mais dicas e informações sobre saúde canina.

Compartilhe esta matéria!

Sobre o autor

Gabriel Arruda

É Jornalista, apaixonado por pets e esportes. Está sempre em busca de novos desafios, justamente pela curiosidade que o toma conta. Pai de um Beagle chamado Johnny, mais conhecido como "o Destruidor".

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.