Serragem e maravalha para roedores

Os roedores muitas vezes são criados em gaiolas pequenas, como é o caso dos Hamsters, e nelas precisam ter o mínimo de conforto e higiene. As gaiolas e habitats para roedores têm que ser forradas com algo que se chama “cama”, que deve ser feita de maravalha, serragem ou, até mesmo, de areia para gato.

A serragem é a madeira bem fininha. A versão comum não é muito indicada, pois pode ter poeira que irrite a mucosa ocular e as vias respiratórias do animal, podendo deixar o roedor doente, porém, já existem no mercado produtos que podem ser utilizados para essa função sem nenhum risco. A maravalha é como se fosse a serragem, só que mais grossa e em partículas maiores. É uma ótima opção para ser usada nas gaiolas dos bichinhos, pois absorve bem a urina e ainda serve para os pets fazerem ninhos, com suas partículas. A terceira opção, também muito boa, é a areia para gato. Como a função da areia é a de absorver a urina dos felinos e evitar cheiro forte, a mesma da cama de roedores, ela desempenha esse papel muito bem. Caso se opte por esse produto, deve ser a areia de tipo mais grosso, porque as muito fininhas podem causar o mesmo problema da serragem.

Na rotina da criação de roedores outro ponto crucial é a higienização do ambiente. Humanos, cães, gatos e, claro, os roedores, precisam de um local limpo, seguro e bastante agradável para viverem bem e se manterem saudáveis. A cama da gaiola deve ser trocada dia sim, dia não. É importante, ao realizar esse processo, retirar o pet da gaiola e colocá-lo em um local seguro, como um balde ou bacia, mesmo porque são por apenas poucos minutos. A  cama deve ser removida por completo e a parte de baixo da gaiola, lavada e muito bem seca. A seguir, coloca-se nova cama e aproveita-se para trocar a água e a ração, com a lavagem do bebedouro e do comedouro do bichinho.  Ao final, é preciso montar a gaiola novamente e, então, com carinho, pega-se o bichinho e coloca-se novamente na casa, agora limpinha e aconchegante.

A parte interna da gaiola precisa ser limpa e desinfetada a cada 15 dias. Pode-se, ainda, aproveitar o dia de trocar a cama para fazer essa higienização. Os alimentos devem estar disponíveis ao pet, sempre muito fresquinhos. A água deve ser trocada diariamente e o bebedouro lavado na mesma frequência.

Nenhum animal vive bem em um local sujo, por isso, é indicado que se cuide corretamente da higiene. Caso se note que a gaiola está ficando com odor é porque, provavelmente, a limpeza não tem sido bem feita. Então, é necessário lavar com água e detergente, renovando a cama, com material de boa qualidade e confortável.

Sobre o autor

Bruno Oliveira

Deixe um comentário