Sharpei – Principais doenças

O Sharpei é um cãozinho facilmente reconhecido devido à sua aparência bastante característica: rugas por todo corpo e uma expressão que denota tristeza. Porém, ao contrário do que se pensa, essa raça é alegre, calma e protetora da família. Por conta de sua pele enrugada, o Sharpei não é um cão para pais de primeira viagem, pois exige alguns cuidados para manter a saúde em dia.

As dobrinhas do Sharpei merecem muita atenção, já que essa particularidade é predisposta a desenvolver doenças dermatológicas. Após o banho, deve-se secar muito bem sua pelagem para evitar a umidade, condição que pode agravar os quadros por fungos e bactérias. O calor é outro fator que merece atenção quando se tem um Sharpei, já que são pets propensos a desenvolverem um quadro de hipertermia, ou seja, passeios em dias muito quentes devem ser evitados. 

O Sharpei, se bem cuidado, é um pet bastante saudável, sua expectativa de vida é de oito a 10 anos. Entretanto, esse cãozinho possui predisposição a algumas doenças, principalmente relacionadas à pele e é dessas patologias que iremos falar a seguir. 

Sarna demodécica (Demodicose)

Um estudo na cidade de Cornell, nos EUA, apontou que o Sharpei é a raça de cães mais predisposta a desenvolver a sarna demodécica. A demodicose é causada por ácaros, que em pequenas quantidades fazem parte da fauna da pele dos cães, porém, quando a imunidade do pet está afetada ou quando a quantidade de ácaros aumenta, a doença se desenvolve, causando as manifestações clínicas. Geralmente, a transmissão ocorre pelo contato da mãe com os filhotes após o parto. A sarna demodécica causa feridas, escamações e falhas no pelo. Essas condições afetam a barreira de proteção da pele, fazendo com que bactérias consigam adentrar mais facilmente no organismo, podendo causar sérias infecções secundárias. O tratamento é feito de acordo com o estágio da doença e deve ser determinado por um médico veterinário.

Dermatite Atópica

O Sharpei, como mencionado algumas vezes, é bastante predisposto a doenças dermatológicas. A dermatite atópica é caracterizada por uma resposta exagerada do sistema imunológico a determinados agentes potencialmente causadores de alergias. A atopia acontece devido a uma série de partículas praticamente impossíveis de serem eliminadas do ambiente, como pólen, fungos e ácaros, sendo uma doença genética possível de controlar, mas sem cura. O principal sinal clínico da dermatite atópica é a coceira, queda de pelos e lambedura. Infelizmente, os pets diagnosticados com a patologia viverão com ela pelo resto da vida e o tratamento visa melhorar os sinais clínicos, juntamente com a eliminação de possíveis agentes causadores de alergia do ambiente. 

Catarata

O Sharpei também pode ser predisposto a doenças oftálmicas, como no caso da catarata. A enfermidade é caracterizada pela morte das células na região da lente do olho que são responsáveis por fazer com que a luz seja convertida em imagem. A morte dessas células causa a perda da transparência do cristalino e cria uma “película opaca” dentro do olho, dificultando ou bloqueando a entrada de luz. Quando acontece o bloqueio da luz, o pet perde a capacidade total de enxergar. Quanto antes a doença for diagnosticada, maior a chance de recuperação.

Entrópio e Ectrópio

Outra doença oftalmológica que pode acometer o Sharpei é o Entrópio ou Ectrópio. A doença é caracterizada como uma má-formação que causa o reviramento da pálpebra para dentro (entrópio) ou para fora (ectrópio) levando a sérias irritações que comprometem a visão do pet, podendo acometer a pálpebra superior ou a inferior de um olho ou de ambos os olhos. Os sinais clínicos observados incluem corrimento lacrimal persistente, secreção ocular mais intensa e o cão piscar o olho com mais intensidade. O tratamento é cirúrgico e cada caso deve ser avaliado por um médico veterinário.

Outras doenças que podem afetar o seu Sharpei

As doenças citadas são provenientes de estudos e artigos de predisposição de certas doenças em raças. Lembrando que seu Sharpei pode levar uma vida saudável sem ser acometido por nenhuma patologia. Entretanto, a informação e conhecimento são importantes e a qualquer sinal de anomalia com seu peludo, procure um médico veterinário.

Na Petlove, profissionais da medicina veterinária trabalham em conjunto para disponibilizar um portal sobre as principais doenças em cães e gatos, você pode conferir aqui.

Sobre o autor

Beatriz Mario

Beatriz Mario

Graduanda em Medicina Veterinária, sonho que tenho desde de criança, hoje sou conhecida como a louca dos gatos, mas nas horas vagas sou a louca dos bichos também, sem distinção. Tenho 10 lindos gatinhos resgatados e meu propósito é poder ajudar o máximo de pets possível (E seus pais e mães humanos escrevendo aqui no blog).

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.