Basset Hound – Principais doenças

O Basset Hound possui um olhar cabisbaixo que engana muita gente. Mas por trás dessa aparência triste, existe um cãozinho muito carinhoso e divertido. A princípio, essa raça foi usada como cão farejador e é resultado da cruza entre Beagle e Bloodhound. Devido à sua anatomia, com orelhas longas, corpo comprido e “rebaixado”, o Basset Hound exige atenção e alguns cuidados de seus pais humanos, como limpeza de suas orelhas e dobrinhas, para evitar que essas áreas fiquem úmidas, e não deixar que o pet suba em camas e sofás sem auxílio de rampas e escadas.

Com expectativa de vida de 12 anos, a saúde do Basset Hound no geral é boa, mas cabe ficar atento a doenças de cunho genético que podem afetar esse cãozinho. Entre os principais problemas estão a obesidade, dermatites e doenças oftálmicas. A seguir, você pode conferir quais patologias podem acometer o seu Basset Hound ao longo da vida.

Otites

Como foi dito, as orelhas compridas do Basset Hound predispõe a desenvolver problemas como otite, uma inflamação do conduto auditivo causada por bactérias, fungos ou ácaros. Os cuidados para diminuir as chances do seu pet desenvolver otite incluem não deixar os ouvidos úmidos após o banho, de preferência sempre tampa-los com algodões específicos e limpar a região com produtos adequados. Os principais sinais que o cão quando estão com otite são coceira, vermelhidão, chacoalhar da cabeça, mau cheiro e secreção na região do ouvido. A qualquer sinal de que seu peludo não está bem, leve-o imediatamente ao médico veterinário.

Doenças oftálmicas

Os olhos do Basset Hound são muito expressivos e levemente caídos. Há um excesso de pele em volta que predispõe essa raça a desenvolver problemas oftálmicos e ainda há o fator genético.

Glaucoma: O glaucoma é a maior causa de cegueira em cães e você só consegue notar quando a doença já está muito avançada. A patologia é caracterizada por um “defeito” na drenagem do líquido que lubrifica o olho, aumentando a pressão intraocular. Se o seu cão apresenta os olhos fechados, esfrega as patas nos olhos frequentemente ou esfrega a cabeça no chão, pode ser sinal de dor e uma tentativa de aliviá-la. A doença afeta principalmente os pets mais idosinhos e consultas de check-up no médico veterinário são imprescindiveis, principalmente nessa idade.

Ceratoconjuntivite: Conhecida também como olho seco, a ceratoconjuntivite é um processo inflamatório da córnea e da conjuntiva resultando no ressecamento da superfície ocular. É uma doença oftálmica progressiva podendo levar à cegueira se não tratada. É uma das principais doenças oftálmicas que afetam o Basset.

Entrópio e Ectrópio: O ectrópio é caracterizado pela pálpebra se movendo para fora, comprometendo a parte interna da pálpebra que fica em contato com o meio externo, podendo causar irritações. Já o entrópio é o contrário do ectrópio, a palpebra nesse caso fica virada para dentro, em contato com o globo ocular, causando dor e desconforto. É uma enfermidade bastante comum no Basset Hound e muitas vezes necessita de intervenção cirúrgica. 

Dermatites

O Basset Hound possui algumas dobrinhas em seu corpo e principalmente na região da face. O excesso de umidade e a falta de cuidado podem predispor o crescimento de microrganismos e causar dermatites. Além de fatores externos, essa raça ainda pode desenvolver problemas dermatológicos comuns aos exemplares como  Pododermatite, Seborreia primária, Hipotricose congênita e Intertrigo. Consultas com um médico veterinário dermatologista são muito importantes para descobrir problemas previamente.

Obesidade

O Basset Hound é conhecido por ser um cão baixinho, preguiçoso e com tendência a ganhar peso. A falta de estímulo físico junto com a alimentação inadequada pode causar a obesidade, uma desordem nutricional que apesar de não ser uma doença e sim um quadro clínico, é bastante perigosa. As consequências do peso em excesso são diversas e podem gerar problemas como diabetes, artrose, doenças do trato urinário, câncer e até mesmo doenças dermatológicas. No Basset Hound, é bastante comum que a obesidade cause problemas na coluna como “bico de papagaio” e deslocamento de seus discos intervertebrais – condições que resultam em muita dor para os pets. Por isso, brinque diariamente com seu cãozinho e peça auxílio do médico veterinário para ofertar uma dieta balanceada ao seu peludo, evitando assim que ele fique acima do peso. 

Outras doenças que podem afetar o seu Basset Hound:

As doenças citadas são provenientes de estudos e artigos. Lembrando que seu Basset Hound pode viver uma vida saudável sem ser acometido por nenhuma patologia. Entretanto, a informação e conhecimento são importantes e a qualquer sinal de anomalia com seu peludo, procure um médico veterinário.

Na Petlove, profissionais da medicina veterinária trabalham em conjunto para disponibilizar um portal sobre as principais doenças em cães e gatos, você pode conferir aqui.

Sobre o autor

Beatriz Mario

Beatriz Mario

Graduanda em Medicina Veterinária, sonho que tenho desde de criança, hoje sou conhecida como a louca dos gatos, mas nas horas vagas sou a louca dos bichos também, sem distinção. Tenho 10 lindos gatinhos resgatados e meu propósito é poder ajudar o máximo de pets possível (E seus pais e mães humanos escrevendo aqui no blog).

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.