A história da raça Dogue Alemão

O Dogue Alemão também é conhecido em alguns países por “Cachorro Dinamarquês” – originalmente chamado de Cão de Javali, já que ajudava os homens a caçá-lo. E a história do Cachorro Dinamarquês é bem antiga, pois desenhos desses cães, foram encontrados em artefatos egípcios datados de 3.000 aC e também em templos babilônicos construídos por volta de 2.000 aC.

Tudo leva a crer que alguns cães de porte grande têm sua origem a partir do Cão de Javali, muito por conta dos assírios que espalharam a raça pelo mundo ao trocar esses cachorros com gregos e romanos, que passaram a cruzar o cachorro com outras raças. Ancestrais do Mastiff e do Wolfhound, por exemplo, podem ter tido um papel fundamental para o desenvolvimento do Dogue Alemão. 


O sobrenome germânico acabou sendo utilizado no Dogue, pois os criadores alemães foram os responsáveis por refinar a raça do que jeito que a conhecemos hoje. Em 1.880, criadores e juízes realizaram uma reunião em Berlim e concordaram que, como os cães que eles estavam criando eram distintamente diferentes do Mastiff inglês, eles dariam seu próprio nome – Dogue Alemão. 

Uma curiosidade é que nem todos os países aceitaram a decisão, tanto é verdade que até hoje os italianos chamam a raça de Alano (que significa Mastiff) e alguns países de língua inglesa ainda se referem a ele como Cão Dinamarquês.

Utilizado nos séculos anteriores como cão de caça e cão de guerra, o Dogue Alemão continua com muitos instintos do gênero e por isso sofre com a reputação de ser um cão agressivo. Mas na verdade, ele é um cachorro dócil e um incrível companheiro

O grandalhão é um dos cães mais bem-humorados do mundo, gosta de brincar e é gentil com as crianças.

Sobre o autor

Anderson Mafra

Anderson Mafra

Jornalista apaixonado por animais, comunicação, música e não perde um concurso cultural (na verdade já perdeu vários). Curioso de mão cheia, quer saber sempre mais e compartilhar conteúdo, dicas e curiosidades do mundo pet. É um petlover assumido, sem chance de reabilitação.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.