A importância do lar temporário

Quando resgatamos um gatinho, sabemos que vamos precisar vacinar, castrar, tratar eventuais problemas de saúde e o principal: arrumar um lugar para que ele more em segurança até que possa ser adotado. O tempo de espera por uma família varia muito e pode ir de uma semana a meses ou anos, dependendo do estado de saúde e do temperamento do bichinho. Em alguns casos, eles acabam não sendo adotados por conta da cor da pelagem. Parece absurdo, mas existem gatinhos bonzinhos e fofinhos que não encontraram uma família só porque são pretinhos, por exemplo.

Atualmente nós, da ong Adote um Gatinho, temos sob nossa responsabilidade quase 400 gatinhos. Destes, cerca de 200 vivem no nosso abrigo. Você sabe onde moram os outros? Eles estão no que chamamos de lar temporário ou LT, ou seja, um voluntário leva o gatinho para casa e abriga o peludo até o dia da doação. O gatinho pode ficar solto pela casa ou morar em um cômodo só: o que importa é que esteja seguro e receba o tratamento e o carinho que precisa. Felizmente, temos vários voluntários que topam fazer lar temporário. Para a ong, isso significa poder ajudar muito mais gatinhos; para os gatinhos, lar temporário é sinônimo de uma vida tranquila até o dia da adoção.

lar temporário o que é

São vidinhas e vidinhas salvas todos os dias por conta de gente que abre a casa e o coração para esses bichinhos que chegam das ruas. O lar até pode ser temporário, mas o amor que criamos por esses animais fantásticos é eterno. É muito gratificante tirar aquele bichinho que passa fome, medo, frio e todo tipo de aperto das ruas e colocá-lo no nosso colo em casa. Eles chegam assustadinhos e vão logo perdendo o receio. Quando a gente menos espera, o gatinho está pronto para ser doado.

O que preciso fazer para oferecer lar temporário a um animal?

Se você está pensando em abrir sua casa para um gato, é essencial que você more em uma casa segura, de onde o gatinho não consiga fugir ou, caso more em apartamento, tenha tela em todas as suas janelas (inclusive naquela pequenininha e escondida do banheiro!). Além disso, é importante que você se comprometa a cuidar daquele bichinho (seja ele gato ou cachorro) como se fosse seu. Se perceber algo de errado, o ideal é ligar para a ong responsável por ele imediatamente, assim conseguimos agir rápido caso o animal precise de ajuda.

Outro ponto importante é manter a ong atualizada do dia a dia do pet, além de enviar fotos e vídeos fofos que ajudem na divulgação da doação daquele peludo.

Lar temporário para grávidas

Criamos um programa de lares temporários para gatinhas grávidas e ele está sendo um sucesso. Descobrimos que as gravidinhas se estressavam muito no abrigo. Afinal, são muitos gatos, muita gente, muito barulho… Mamães querem sossego! Começamos a procurar pessoas que estejam dispostas a cuidar das gatinhas e acompanhar os primeiros meses dos bebês. Já conseguimos algumas e o resultado é sensacional: no conforto de um lar temporário, as mamães têm uma gravidez calma e cuidam direitinho dos seus filhotes, que nascem saudáveis e felizes. É a coisa mais linda de se ver!

Mentiríamos se disséssemos que o trabalho de lar temporário é super fácil. Nós nos apegamos, choramos quando eles vão embora e, em alguns casos, não conseguimos doar e adotamos os peludos. Resgatar, tratar, cuidar e doar um animal de rua é um trabalho tão importante quanto apaixonante. Além de ajudarmos os gatinhos, levamos com eles muita felicidade para os adotantes (você se lembra do dia em que o seu bichinho chegou à sua casa?). Dar lar temporário nada mais é do que salvar vidas. Nenhuma ong tem espaço para abrigar todos os animais que estão nas ruas, mas todos nós podemos fazer a nossa parte. Se você ama bichinhos, pense nisso!

lar temporário

 

Você sabia que pode ajudar a ong Adote um Gatinho fazendo compras na Pet Love? Clicando aqui e fazendo suas compras, parte do valor é destinado aos gatinhos da AUG (Adote um Gatinho)! Se quiser conhecer mais sobre o trabalho realizado pela ong e outras formas de ajudar, clique aqui.

Sobre o autor

Adote um Gatinho

Adote um Gatinho

O Adote um Gatinho surgiu em janeiro de 2003 quando as fundadoras Susan Yamamoto e Juliana Bussab se voluntariaram para ajudar alguns gatos de um parque em São Paulo e se conheceram. Elas perceberam que tinham algo que as unia: a vontade sem fim de ajudar os animais abandonados. Em 2006, um grupo de pessoas que acompanhava o trabalho das duas se ofereceu para unir forças e trabalhar como voluntários. No ano seguinte, o "grupo Adote um Gatinho" se oficializou como a "ONG Adote um Gatinho".

5 Comentários

  • Boa noite tenho 6 gatinhos que resgatei das ruas e de mais tratos
    Amo animais aqui em casa ainda tenho mais 2 cachorros também de resgate
    Infelizmente as pessoas não os vêem como uma vida que precisa ser amada e cuidada
    Não deixe de cuidar de um animalzinho que precise de amor e carinho

  • Eu gosto tanto de bichinhos de rua e ajudo sempre que posso. Gostaria que aqui em Balneário Camboriú/ SC tivesse um projeto assim. Eu ajudaria com LT, pois tenho uma bb que adotei da rua e nosso lar é preparado para gatinhos seguros e amados!
    Ajudo cachorros de rua que ficam aos redores da empresa que trabalho, em Camboriú.
    Acompanho no insta da ong Adote um Gatinho e vejo que trabalho lindo e como comemoram as adoções. É bom mostrar a parte boa, dos corações bons em receber essas bençãos de Deus.

  • Achei super legal !! Aqui em BH eu e minha esposa apenas no ano passado resgatamos 8 gatinhos filhotes na rua (Todos já tem um novo lar) ! Um inclusive estava desnutrido e quase morrendo de sede ! Literalmente ! Hoje nosso Super gato filhão preto O Simba eu encontrei ele dentro de uma caixa sendo levada pela chuva ! Ele quase morreu pois gripou !

    Hoje aqui em Belo Horizonte sempre que vemos um gatinho filhote perdido e com fome ajudamos ! EU acho que se cada um de nos ajudarmos mais esses animais tao dependentes de nos, mudaria drasticamente a realidade do mundo atual deles !

    Até porque é a NOSSA RESPONSABILIDADE !!! Ajudar os animais domésticos ! pois fomos nos que transformamos eles em domésticos !!!! COMO HUMANO E O NOSSO LEGADO E NOSSA RESPONSABILIDADE AJUDAR OS ANIMAIS DOMÉSTICOS QUE ESTÃO MORRENDO SOZINHOS NAS GRANDES CIDADES !

  • Concordo plenamente com o lar temporário,pois só desta forma o animalzinho estará salvo e seguro.Se muitas pessoas sensíveis a causa animal soubessem o que muitas pessoas fazem com os animais de rua,com certeza não pensariam duas vezes em fazer de sua casa um lar temporário.Quem quiser,basta entrar em sites de adoção de animais,pois a maioria delas precisa e muito desta ajuda.

  • Boa tarde! Li o artigo “A importância do lar temporário” e me interessei pela ideia. Moro no interior de São Paulo, em Pindamonhangaba, e gostaria de saber se há alguma unidade da ONG por aqui, pois gostaria de saber como poderia oferecer um lar temporário a um gatinho.

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.