Alimentação dos peixes de aquário

Como todo pet, os peixes de aquário necessitam ser alimentados com ração apropriada. A ração deve ser servida de duas a três vezes por dia em quantidade suficiente para que todos comam, mas que em no máximo 3 minutos, não exista nenhum resto suspenso na água. No inicio pode ser difícil chegar à essa quantidade exata e pode acontecer de ser colocada muita ração. Se isso acontecer, com ajuda da redinha, retire todo o excesso e, na próxima vez, diminua a quantidade.

Outro ponto muito importante, é pesquisar qual a alimentação natural desses animais em seu habitat natural, para poder decidir qual ração para peixes comprar. Se são herbívoros ou carnívoros, por exemplo, é uma descoberta importante e, com base nesse dado, pesquisa-se para a escolha ideal da ração. Alguns peixinhos, como o peixe Beta, têm uma ração desenvolvida especialmente para eles, por isso, vale a pena pesquisar se existe uma ração para a espécie de peixe que se cria.

Alimentação dos peixes de aquário - Petlove - O Maior Petshop Online do Brasil

Alimentação dos Peixes de Aquário.

É muito importante que se forneça a ração de forma a deixar bem espalhada, para facilitar a alimentação de todos. Se os peixes forem maiores, pode-se fornecer comida congelada ou viva, como pequenos vermes, dáfnias e artemias, duas ou três vezes por semana. Coloque vegetais como cenoura, pepino e ervilha para que comam e se, em 24h, ainda existir algum pedaço dentro do aquário, retire para evitar contaminação. Comida em excesso acumulada no aquário proporciona a proliferação bacteriana e deixa a água inadequada para os peixes. Por isso esses cuidados são muito importantes.

Outro ponto que não deve ser esquecido é o filtro de aquário, importante auxiliar na retirada das impurezas que, por ventura, tenham ficado na água. As plantas vivas ajudam muito na oxigenação e, para que cresçam e se fortaleçam, precisam de iluminação. Para isso, o uso de lâmpadas para aquário é necessário, além do fato de esse tipo de  acessório colaborar também com a manutenção da temperatura do aquário, fator essencial para as espécies que ali habitam.

Pesquisar sobre a espécie garante que o proprietário esteja apto, não apenas a escolher o melhor alimento, mas também a fornecer as melhores condições de clima, pH e qualidade do ambiente, permitindo que os peixes vivam por mais tempo e, em alguns casos, até se reproduzam no próprio aquário. Com esses cuidados, o aquarismo pode ser um hobby muito interessante, e até mesmo terapêutico, para quem o escolhe.

Sobre o autor

Bruno Oliveira

1 Comentário

Deixe um comentário