Pode dar banho em gato filhote?

O banho em gato filhote é um assunto que divide opiniões. Alguns dizem que, assim como os cachorros, os bichanos precisam de algumas duchas periódicas. Outros apontam que eles não precisam ter contato com a água para se manterem limpos.

Uma coisa é certa: todo mundo quer ter em casa um gatinho limpinho, cheiroso e com um pelo bastante macio. Mas será que pode dar banho em gato filhote? É o que a gente vai te explicar nesta matéria!

gato filhote tomando banho

Pode dar banho em gato filhote?

A princípio, sim, pode dar banho em gato filhote, mas não é recomendado que o pet tenha uma rotina de banhos, assim como os cachorros. O ideal é que o felino tenha contato com a água apenas quando houver muita necessidade, como por exemplo, em casos de tratamento de pele.

A língua “sagrada” dos felinos… Desde cedo, os gatos aprendem que devem se limpar todos os dias, de forma bem detalhada. E, com a língua, que é projetada especialmente para que consigam se lamber por bastante tempo, eles conseguem fazer uma auto-limpeza, removendo todas as sujeiras e, ao mesmo tempo, evitando a presença de parasitas.

É por essa razão que eles não precisam tomar banho com tanta frequência. Mas, claro, existem algumas situações nas quais a língua felina não é párea para tanta sujeira.

Por exemplo, digamos que o seu filhote caia em uma poça de lama enquanto brincava no jardim. Nesse caso, por mais que ele passe horas se lambendo, dificilmente ele vai conseguir se limpar por completo.

Mas, lembre-se, os gatos são extremamente limpos por natureza. Então, esqueça a ideia de banhos semanais, quinzenais ou mensais.

Novamente, banho em gato filhote apenas se houver necessidade!

Quando pode dar banho em gato filhote?

Um filhote de gato pode tomar banho a partir dos dois meses de idade em casa. Agora, para frequentar o banho e tosa de um petshop, o ideal é que ele tenha tomado todas as vacinas.

A princípio, a infância é o período no qual o pet está mais apto a aprender novos hábitos. Dessa forma, a experiência precoce de um banho pode ser interessante para que ele se acostume e fique mais tranquilo ao entrar em contato com a água quando forem adultos.

Como dar banho em gato filhote?

Claro que você não vai colocar o seu filhote embaixo do chuveiro ou dentro de uma banheira à força, né? A ideia é que o banho seja uma experiência bastante positiva para ele, afinal, não queremos que ele tenha algum tipo de trauma. Por isso, é preciso seguir algumas dicas de como dar banho em filhote de gato:

  1. Use apenas água morna
  2. Molhe o gatinho aos poucos (tenha muito cuidado com os olhos e ouvidos)
  3. Utilize apenas produtos específicos para gatos filhotes
  4. Seque-o muito bem

Pode secar o filhote com secador?

Sim, você pode secar o filhote com secador, mas é preciso muita cautela nesse processo. Isso porque o barulho e o próprio vento do aparelho podem ser extremamente assustadores para ele.

Para evitar que ele fique muito assustado, mantenha o secador longe do pet, em uma temperatura adequada e vá aproximando aos poucos enquanto faz carinho e oferece petiscos para ele. Secá-lo bem previamente com uma toalha é uma ótima alternativa, pois isso diminuirá o tempo de uso do secador. Se não souber como utilizar o equipamento, procure a ajuda de um profissional. 

Lembre-se: oferecer uma experiência positiva para o filhote é extremamente importante para que ele construa novos hábitos e não tenha problemas no futuro.

filhote de gato sendo enxugado com uma toalha azul

Como dar banho a seco em filhote de gato?

Uma boa alternativa para aqueles filhotes sujinhos que ainda não estão aptos a ter contato com a água ou para aqueles dias mais frios é o banho a seco. Esse produto, além de limpar, elimina o mau cheiro e deixa o pelo do gatinho bem macio.

Para usar é bem simples:

  1. Borrife cuidadosamente o produto sobre o pelo tomando cuidado para que o pet não se assuste com o jato e o barulho do spray
  2. Use uma toalha para espalhar o líquido
  3. Depois, passe uma escova para retirar os pelos mortos

E aí, gostou das nossas dicas? Então continue acompanhando o blog da Petlove para mais conteúdos sobre felinos!

Compartilhe esta matéria!

Sobre o autor

Gabriel Arruda

É Jornalista, apaixonado por pets e esportes. Está sempre em busca de novos desafios, justamente pela curiosidade que o toma conta. Pai de um Beagle chamado Johnny, mais conhecido como "o Destruidor".

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.