Cães farejadores podem detectar COVID-19 com quase 95% de precisão

A utilização de cães farejadores no combate à pandemia continua dando o que falar! Desta vez, a instituição britânica Medical Detection Dogs, em parceria com a Durham University e a London School of Hygiene & Tropical Medicine, divulgou um estudo que mostra que os cachorros treinados são capazes de revelar se uma pessoa está ou não com COVID-19 com até 94,3% de precisão.

Vale lembrar que os primeiros casos de cães farejadores para detecção do vírus aconteceram em março de 2020, e no final do ano o Reino Unido já estava treinando alguns peludinhos para trabalharem em aeroportos europeus.

Cachorro cheirando a mão de uma mulher

Como foi feito o novo estudo?

Sabendo que os cães farejadores conseguem detectar um odor específico de quem está sob os efeitos do vírus Sars-CoV-2, os pesquisadores selecionaram seis cachorros, que já estavam em treinamento, para medir o índice de acerto da matilha.

Quase quatro mil amostras – entre camisas, meias e máscaras – foram disponibilizadas aos peludinhos, que deveriam avisar os pesquisadores quando suspeitassem da presença do vírus. Os cachorros sinalizavam por meio de ações, como sentar, cutucar o humano mais próximo ou encará-lo fixamente.

Segundo o estudo, além da taxa de acerto ficar próxima do 100%, os cães ainda demonstraram capacidade de identificar duas variantes do vírus e a presença da doença em pessoas assintomáticas, independentemente se a carga viral fosse baixa ou alta.

Agora, os pesquisadores se preparam para capacitar os cães farejadores para detectar a presença da COVID-19 em locais públicos. Continue atento ao nosso Blog da Petlove para não perder nenhuma novidade!

Compartilhe esta matéria!

Sobre o autor

Anderson Mafra

Jornalista apaixonado por animais, comunicação, música e que não perde um concurso cultural (na verdade já perdeu vários). Curioso de mão cheia, quer saber sempre mais e compartilhar conteúdo, dicas e curiosidades do mundo pet. É um petlover assumido, sem chance de reabilitação.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.