Cães paraplégicos

Diversas lesões podem levar o cãozinho a ficar paraplégico e precisar usar cadeirinha de rodas, dentre as quais se destacam as lesões neurológicas, musculares e articulares. Quando um animal sofre lesão na coluna (fraturas ou luxações da coluna e protrusão traumática dos discos intervertebrais) e a medula espinhal é afetada, a transmissão dos sinais nervosos que deviam chegar até as perninhas traseiras do animal é interrompida. Isso faz com que não tenha coordenação e fique paralítico. Esse quadro pode ser permanente ou temporário, dependendo do tipo de lesão causada. Em casos nos quais está ocorrendo apenas uma compressão por edema (acumulo de líquido) local, assim que o edema for sanado, o animal volta pouco a pouco a se movimentar.

Cães paraplégicos - Petlove - O Maior Petshop Online do Brasil

Cães Paraplégicos

Quando há uma ruptura do disco intervertebral (que é o que fica entre as vértebras da coluna), mielopatia degenerativa (causa lesão neurônio motor superior, responsável por levar os sinais nervosos), a “Doença Articular Degenerativa” (leva a uma fibrose na articulação), ou a famosa, e frequente, displasia cocho femoral, em grau muito acentuado, a paralisia ocorre quase sempre. Descobrir a causa que fez o cachorrinho parar de andar Não é tarefa fácil para o médico veterinário, que precisará pedir uma série de exames e, assim,  realizar o diagnóstico e fornecer o melhor tratamento.

Seja qual for o motivo que levou o animal a não conseguir mais mover as perninhas traseiras, para a maioria dos casos, há tratamento e alternativas que podem proporcionar uma vida tranquila ao cão. A cadeirinha de rodas é algo muito usado e, no geral, os bichinhos se adaptam bem a ela.

Basta ter alguns cuidados especiais e tudo dará certo, como, por exemplo: não deixar o pet durante todo o dia na cadeirinha, pois ele precisa descansar e, se ficar muito tempo na mesma, pode se ferir. É necessário alternar momentos de ele permanecer na cadeirinha e momentos de caminha. Quando estiver nas camas, é importante deixar algo absorvente logo abaixo dele, para que não fique molhado de xixi. Pode ser o tapete higiênico ou, se preferir, pode colocar fralda no cão. O mesmo serve para quando se precisar transportá-lo. Para isso, basta colocar o tapete higiênico dentro das bolsas de transporte. Na caminha, é importante a oferta de brinquedinhos para cachorro, assim o pet poderá se divertir enquanto está lá.

Às vezes o pet pode ter dificuldade de fazer xixi e coco. Faça massagem na barriguinha dele para ajudá-lo. Feridas causadas pelo uso da cadeirinha podem ocorrer. Trate delas com carinho e se os ferimentos forem sempre nos mesmos lugares, providencie roupas reforçadas para proteger o local. Amor e carinho podem fazer com que o cão viva bem e feliz, mesmo sem andar sozinho.

Sobre o autor

Bruno Oliveira

14 Comentários

  • Oi o meu cachorro ficou paralítico. Ele não tá conseguindo fazer xixi. Levei ao veterinário ele aperto a barriga dele ele começou a sentir dor. Mas só assim. Q o xixi saiu. Por favor me passe algumas informações sobre como fazer esse manuseio pra ele fazer xixi com a minha ajuda!!!!!!!!!

  • Adotei minha cachorra, Latifa, ela já tinha um ano aproximadamente. Estava abandonada na rua. Com infecção de intestino de comer lixo. Tratei da infecção, dei depois as vacinas, carrapaticida, e vermifugo. Mas depois de seis meses comigo ela fugiu para rua, atrás de um cachorrinho e atravessou uma avenida e foi atropelada. Fraturou a T13. Fez a cirurgia na coluna e depois tentei leva-la na fisioterapia e acupuntura para ela ter o andar medular. Sem sucesso. Hoje ela tem 7 anos, 6 que está paraplégica e tento fazer o melhor para ela. Mas devido a arrastar no chão, durante um parte do dia, pois não aguenta ficar mais que 20 minutos no carrinho, ganhou um calo no bumbum. E esse calo agora abriu. Alguem também teve essa situação?

  • Tbm adotei uma cachorrinha paraplégica,tirei dos ex donos devido a maus tratos…enfim..ela é um amor muito doce…e estou a cada dia aprendendo como cuidr dela melhor, uma dica legal é a fralda de criança mesmo é só ver mais ou menos o peso do animal pra comprar a fralda e fazer o furinho no local de colocar o rabinho…
    Com amor tudo vai se adaptando.

    • Tenho tb uma Doberman assim. Comprei alguns tatame se ela não se feriu mais. Antes eu tinha que enfaixar as patinhas com gases e esparadrapo, mas ela não gostava parando de se arrastar. Para tirá-la dos locais comprei um carrinho de Mecanico e amarrei uma guia para puxa-lá pq ela pesa 46 quilos e eu peso 43. Meus ombros e costas ficavam doendo. Boa sorte. Saúde P sua cadela

  • Bom dia tenho um cão paraplégico e muito recente e ainda não tenho cadeira de rodas como todos os dias de manhã custumo ir passar o dia com a minha avô gustava de saber como transportado sem cadeira e a pé de um lado para o outro e que ele pesa 30 kg e não o consigo levar ao colo não existe nenhuma bolsa ou algo do género que seja mais fácil de transportar???

  • Tenho uma pastor que esta com a lesão na medula e não move as pernas traseiras e infeliente a cadeira de rodas não deu certo . Existe outra opção para o transporte dela?

    • Oi! não sei se já conseuguiu uma opção, mas tem uma página no face que chama anjos de rodas eles fazem skate é muito legal… bem melhor que a cadeirinha pois no skate o cão pode ficar 12h.

  • Boa tarde, deixo essa mensagem porque gostei muito do conteúdo pois estou passando por essa situação, meu cão Betoven foi atropelado e fraturou a sétima vertebra, levei ao veterinário, fizemos raio x é bem visível a fratura, está com infecção urinário, estou sondando pois não urina sozinho, estimulo a fazer coco tb, mas ele está ativo levanta a cabeça quando chamamos ele, se alimenta bem, gostaria de saber mais informações a respeito se puder me atender agradeço, muito obrigado!

Deixe um comentário