Como Controlar Infestações de Carrapatos em Cachorros

Os carrapatos são ectoparasitas de oito perninhas pertencentes ao grupo dos aracnídeos assim como as aranhas, portanto é um erro chamá-los de insetos. Há inúmeros tipos de carrapatos existentes que podem ser encontrados em vacas, cavalos, gatos, capivaras, entre diversos outros animais. Cada um desses animais são atacados por uma espécie de carrapato diferente e no caso dos cãezinhos é o Rhipicephalus sanguineus.

Em alguns períodos do ano, principalmente no verão, há uma grande proliferação desses ectoparasitas que causam infestações sérias se não tratadas pelo dono. Quando os carrapatos picam o bichinho para se alimentarem de seu sangue, eles podem transmitir microrganismos que causam doenças como babesiose e erliquiose. Algumas espécies de carrapatos podem transmitir doenças para seres humanos também, como o carrapato estrela que passa febre maculosa. Por isso, é importante saber como combater os parasitas de forma eficaz, para garantir a saúde do cão e da família.

Esses parasitas se proliferam pelo ambiente do animal, colocando seus ovos por toda parte, podendo ser encontrados andando pelas paredes, no chão, sofás, colchas, cortinas e até mesmo vindo da rua entrando pela porta da frente. O controle dessa infestação deve ser feito o mais breve possível, não apenas com uso de remédio antipulgas e carrapatos  no animal, mas combatendo a infestação de toda a casa também. A ação deve ser feita em conjunto, pois não adianta nada tratar o pet se o ambiente ainda estiver lotado de carrapatos, porque eles voltarão a picá-los, causando coceira, transmitindo doenças e continuando sua proliferação.

O procedimento correto a ser feito é conversar primeiro com um médico veterinário e ver qual a indicação de um produto adequado para ser usado no pet e do veneno carrapaticida para ser usado no ambiente. Depois disso, deve-se retirar o animal do local para administrar o antipulgas e carrapatos indicado pelo veterinário e fazer uma boa limpeza de toda a área infestada, retirando folhas e outros resíduos que dificultem a ação do veneno. O veneno carrapaticida deve ser aplicado em todo o ambiente, principalmente nos locais de difícil acesso, paredes, calçada e na casinha do cachorro, molhando bem. As caminhas ou similares devem ser lavadas com água e sabão, para que depois de secas recebam um pouco de talco carrapaticida.

O cachorro só poderá voltar para o local quando o carrapaticida estiver completamente seco, assim como jamais esse tipo de produto deve ser aplicado diretamente no bichinho. É fundamental que todas as ações de controle e higienização sejam realizadas no mesmo dia, para a eficácia do combate e que a saúde do animal e de toda a família seja garantida.

Sobre o autor

Bruno Oliveira

1 Comentário

  • Trocamos a coleira todas as vezes e ela está na QUARTA. Passamos 3 tipos de remédio diferentes no dorso, dedetizamos a casa por 5 vezes e nada resolve… =/ Eles voltam em muito pouco tempo…

Deixe um comentário