Como e por que os gatos marcam território?

Para muitas pessoas, inclusive pais e mães de gatos, o fato dos bichinhos marcarem território ainda é um assunto desconhecido. Eles geralmente acreditam que só os cachorros é que marcam território, mas a realidade não é bem assim…

Os gatos não só fazem algo semelhante, como podem deixar suas marcas por aí por motivos variados! Se você é fã de gatos e quer saber mais sobre o assunto, veja só quanta novidade legal para você ficar por dentro.

Gato-territorio-Petlove

Marcação com urina

Este tipo de comunicação instintiva é mais difícil de acontecer entre os gatos que levam uma vida domiciliada, pois geralmente são pets castrados e contam com uma caixinha de areia só para eles.

Na rua a história é outra, gatos e gatas ao perambularem por aí podem parar em certos locais e usar o olfato apurado para saber se algum semelhante de espécie deixou um “recado” naquele ambiente. Em caso positivo, o gato(a) pode saber mais sobre o outro felino com base no odor deixado, funciona mais ou menos como uma “carta de apresentação”.

O gato, independentemente do sexo, também pode deixar uma marcação com a própria urina. Um pequeno jato já é o suficiente para avisar a outros peludinhos que, por exemplo, ali foi um ambiente de caça ou também pode servir como um chamado para uma parceria sexual, por meio da liberação dos hormônios.

Marcação com arranhadura

A gente já contou em outro oportunidade que o ato de afofar dos gatos pode servir para marcar território, avisando os pets que passarem pelo local no futuro que ali tem um felino que já é o “rei do pedaço”.

Na prática essa marcação ao afofar ou arranhar funciona da seguinte forma: ao raspar as patinhas e garras, os gatos ativam as glândulas dos coxins (almofadas das patas) e liberam feromônios por elas. Esses odores são percebidos pelo olfato de outros peludinhos, por isso o ato de arranhar é tão importante para os gatos e deve ser incentivado. Se não quiser que ele arranhe o seu sofá novo, melhor providenciar um arranhador ou troncos de árvore para o bichano satisfazer seus instintos.

Marcação afetiva

Sabe quando o gato te recepciona com leves “cabeçadas” ou fica se esfregando nas suas pernas? Ele também está fazendo uma “marcação de território”, ou seja, de alguma forma o pet deseja aumentar a familiaridade entre vocês e está misturando o odor dele com o seu, pois assim ele se sente mais confiante e tranquilo.

As regiões das bochechas e entre os olhos dos gatos são ricas na liberação de feromônios que ajudam a estreitar a relação com um humano ou outro animal e para espalhar pelo ambiente um odor que aumenta a sensação de bem-estar dele. É por isso que os bichanos também dão suas “cabeçadas” nos móveis e outros objetos da casa.

Agora que você descobriu essas novidades e que o gato tem diferentes formas de marcar o território, é hora de compartilhar os ensinamentos e ajudar a desmistificar um dos mitos que acompanham os gatinhos.

Sobre o autor

Anderson Mafra

Anderson Mafra

Jornalista apaixonado por animais, comunicação, música e não perde um concurso cultural (na verdade já perdeu vários). Curioso de mão cheia, quer saber sempre mais e compartilhar conteúdo, dicas e curiosidades do mundo pet. É um petlover assumido, sem chance de reabilitação.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.