Como escolher a fonte de água para gato?

Os gatos são capazes de eliminar toxinas sem a necessidade de ingerir muita água, por isso, a urina deles é tão concentrada e possui um cheiro forte. Mas esse mau hábito pode se tornar um problema futuramente. Cerca de 90% dos gatos apresentam ou irão apresentar ao longo da vida problemas nos rins. Para evitar isso, quanto mais forem estimulados a ingerirem água, menos chances terão de apresentar este tipo de problema. Então, qualquer atrativo que os façam ingerir mais água é super bem-vindo.

Pensando nessa dificuldade dos gatinhos, foram desenvolvidos bebedouros especiais para eles. No mercado pet, há uma variedade gigante de fontes, de diversos tamanhos e formatos, designs simples e modernos. Para todos os gostos!

Bebedouros para gatos

Caso opte pelos potinhos convencionais, os mais indicados são os de cerâmica, barro ou porcelana, que são mais higiênicos. Os feitos com material de plástico não são tão indicados por em alguns casos aumentarem a chance do desenvolvimento da acne felina – pequeno pontos pretos que podem ocasionar na queda de pelo no local e até mesmo feridinhas doloridas, propensas ao pus e consequentemente a dor. Estresse e disfunção hormonal também podem ocasionar a acne felina, porém, os que utilizam potes de plástico correm um risco maior.   

Os potes devem ser longos, de modo que os gatos não encostem seus bigodes na água – eles ficam bem incomodados quando isso acontece e podem “desanimar” de beber água. Quanto mais a água tiver o “efeito espelhado”, isto é, encostando na borda do pote, mais se sentirão motivados para consumi-la

Alguns gatinhos possuem o hábito de mergulhar as patinhas na água antes de beber, isso significa que eles estão checando a temperatura antes de beberem. Fofos e espertos, né?

Fontes automática para gatos

Pode-se pensar que por serem elétricas, as fontes irão resultar em um gasto absurdo na conta de luz. Mas não é bem isso que ocorre. Normalmente, as fontes não gastam muita energia e costumam ser um investimento muito bem aproveitado, pois quando a  manutenção é feita da forma correta, poderá durar por anos. Além de que, dependendo de qual fonte você escolher, pode ser muito bom para o seu gatinho.

Esses bebedouros possuem um mecanismo que deixa a água sempre em movimento, sendo um atrativo e despertando a curiosidade. Além de possuírem, em sua grande maioria, um filtro que deixa a água ainda mais limpinha para maior aproveitamento. Alguns gatos se mantêm fiéis a ideia de beber água da torneira. Com esses, deve-se ter paciência e ensiná-los a utilizar a fonte.

Os pontos positivos da fonte elétrica são inúmeros e podemos listar alguns essenciais: oxigenação constante da água, água corrente disponível 24h, curiosidade e estímulo para o gato ingerir mais água ao decorrer do dia.

Investimento a longo prazo e economia de água

Normalmente, quando se usa potinhos comuns de água, os gatos não bebem todo o conteúdo em um único dia e os pais precisam desprezar essa água diariamente e substituí-la por uma nova, ocorrendo o desperdício.

A proposta das fontes é uma ótima iniciativa por dois motivos: é um atrativo para os gatos, fazendo-os se interessar por beber mais água e diminuindo a chance de futuramente surgir um problema urinário e renal. E prezar a economia de água, que segundo o SAAET, uma torneira gotejando pode desperdiçar cerca de 46 litros de água por dia, enquanto um filete de água pode consumir cerca de 10.000 litros por mês. Por mais que os gatinhos adoram, devemos ser conscientes com o desperdício.

Alertamos que os gatinhos precisam de uma ingestão moderada de água, porém, caso note que ele esteja ingerindo muita água, leve-o ao médico veterinário. Isto pode indicar que algo não está indo bem em sua saúde.

 

Sobre o autor

Gabriela Azevedo

Gabriela Azevedo

Formada em design gráfico e cursando medicina veterinária, profissão que herdei paixão graças ao meu pai. Catlover e apaixonada pelos meus 6 gatinhos (Tchantcham, Drake, Josh, Marie, Maysa e Cara Preta -in memoriam- ♥) e pelos pets agregados que fazem parte da minha vida (todos os que encontro. bem doida dos bichos!).

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.