Como treinar um gato

Não, meu amigo ou minha amiga, o título deste post não tem nada de errado, pois é a mais pura verdade que os gatos podem ser treinados para obedecer a certos comandos, assim como acontece com os cachorros. 

O que não falta é inteligência e capacidade para os felinos domésticos, não é mesmo? Então, com um pouco de paciência e ensinamentos periódicos você poderá conseguir ótimos resultados, o segredo é não esquecer da primeira “regra divina” dos pets que diz: “todo comportamento recompensado será repetido”.

Abaixo, a gente explica três truques que são super bem-vindos para quem tem um gato em casa!

Gato-aprendendo-Petlove

Atender ao seu chamado

Principalmente quem mora em casa grande, às vezes, tem um trabalho danado para saber onde o gato foi parar e é necessário mobilizar a família inteira para descobrir o paradeiro do peludinho. A torcida é para que ele não tenha conseguido fugir de casa e esteja vulnerável aos perigos da rua.

Para encontrar o seu gato com mais facilidade, o acostume a responder aos seus chamados. Como? Primeiro providencie um petisco que ele ama, depois aproxime-se do gato, o chame pelo nome e ofereça o agrado. Em seguida, afaste-se por cerca de dois metros e repita a ação. Vá aumentando a distância aos poucos, sempre recompensando quando o bichinho atender, pois assim ele vai se acostumando a aparecer prontamente toda vez que escutar seu nome sendo chamado. 

Só não esqueça de recompensar o gato com petiscos ou carinhos para manter vivo o interesse dele, caso contrário, ele poderá começar a ignorar seus chamados futuros. E, convenhamos, quando é pra ignorar os gatos dão aula 😹.

“Vá para o seu lugar”

Afastar o gato de algum perigo, realizar um procedimento de higiene ou dar algum remédio podem ser tarefas desafiadoras para mães e pais de gatos. Porém, situações como estas podem ser facilitadas caso você ensine o pet a permanecer em um lugar que você determinou.

Escolha o local para o qual você quer que o gato vá toda vez que você disser o comando, de preferência uma prateleira que fique num lugar mais alto, porque são os lugares onde os gatos se sentem mais seguros.

Mostre a guloseima preferida do peludinho e coloque-a neste local. Assim que o gato chegar para pegar o agrado, ofereça outro como recompensa. Torne este treino um hábito e adicione o comando que desejar, por exemplo, “vá para o seu lugar” ou “fica”, para o gato saber para onde ir e permanecer toda vez que ouvir a frase.

Por fim, escolha uma palavra ou duas que sinalize para o pet que ele está liberado, como “ok” ou “pode sair”.

Entrar na caixa de transporte

A última dica é uma mão na roda para quem sofre toda vez que precisa transportar o seu filho de quatro patas para outro lugar, pois alguns gatos dão um verdadeiro show para entrarem e permanecerem na caixa de transporte. Mas calma, você pode deixar tudo mais tranquilo!

O que você deve fazer é incentivar o seu gato a ver a caixa não como inimiga, mas sim como um acessório que traga boas lembranças e experiências. Não utilize o item somente na hora do transporte, deixe a caixa disponível em casa para o gato entrar e sair dela a hora que quiser, dessa maneira, com o tempo o “monstro” vai se tornando amigo do seu pet.

Para ajudar a estreitar a relação, coloque na caixa o que o seu gato gosta: brinquedos, petiscos, catnip, cobertor etc. Uma vez que o peludinho passe a enxergar com outros olhos a caixa de transporte, nem será necessário dizer algum comando para que ele fique bem à vontade dentro dela. Só não esqueça de colocar lá dentro uma dessas companhias que o bichinho adora, e nem de mimar o seu gato toda vez que ele fizer o que for esperado.

Sobre o autor

Anderson Mafra

Anderson Mafra

Jornalista apaixonado por animais, comunicação, música e não perde um concurso cultural (na verdade já perdeu vários). Curioso de mão cheia, quer saber sempre mais e compartilhar conteúdo, dicas e curiosidades do mundo pet. É um petlover assumido, sem chance de reabilitação.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.