Doberman

doberman

Doberman
imagem: site wallpaperswala.com

Toda a história do doberman começou em Apolda, pequena cidade da Alemanha situada na província de Thuringe. Seu primeiro criador
F.L. Dobermann, cobrador de impostos que trabalhava também no canil da cidade de Apolda , precisava de um cão valente, que fosse um
bom guardião. Por volta de 1870, praticou vários cruzamentos provavelmente entre “açougueiros” (em parte os ancestrais dos Rottweiler), pastores preto e fogo existentes em Thuringe, o Pinscher, o Dogue alemão, o Pastor de Beauce, o Rottweiler. Ele obteve um cão de utilidade, vigilante, cão de fazenda, cão de guarda, cão policial. Na caça, era utilizado para combater os predadores. Depois, outras introduções de sangue foram efetuadas, principalmente pelo Terrier preto e fogo e provavelmente do Greyhound. Em 1910 seu padrão foi fixado.

Principais características:

Mediolíneo. Elegância, pureza das linhas. De constituição sólida sem ser pesado. Pele bem pigmentada. Passo de camelo, leve e fluente. Durante a Primeira Guerra Mundial, foi utilizado como patrulha, guardião nas bases militares ou ainda como cão guia para os soldados que se tornaram cegos.

Grupo cinologico 2

TIPO PINSCHER
PAÍS DE ORIGEM Alemanha

CABEÇA
Longa e óssea. Crânio forte, em forma de cone truncado. Stop pouco desenvolvido. Focinho alto. Maxilares poderosos e largos. Lábios
firmes e lisos.
OLHOS
De tamanho médio, ovais e escuros.
ORELHAS
De inserção alta, eretas, cortadas e caídas num comprimento proporcional à cabeça. Se não forem cortadas, caem semi-eretas, com o bordo anterior rente às bochechas.
CORPO
Inscritível num quadrado. Pescoço seco e musculoso. Antepeito poderoso. Cernelha nitidamente evidenciada. Dorso sólido e curto. Peito bem desenvolvido com costelas ligeiramente arqueadas. Garupa arredondada.Ventre nitidamente esgalgado.
MEMBROS
Sólidos. Patas curtas com dígitos fechados e arqueados. Unhas pretas.
CAUDA
De inserção alta, curta sendo amputada após a 2ª vértebra caudal.
PÊLO
Curto, duro, cerrado, liso e bem assentado. Não tem subpêlo.
PELAGEM
Preta ou marrom, com marcas fogo claramente definidas no focinho, nas bochechas, na garganta, no antepeito, nos membros e na
ponta das coxas.

TAMANHO DO DOBERMAN

Macho: de 68 a 72 cm.
Fêmea: de 63 a 68 cm.

PESO DO DOBERMAN

Macho: de 40 a 45 kg.
Fêmea: de 32 a 35 kg.

Temperamento, aptidões, educação:
Vivo, vigoroso, corajoso, vigilante, de expressão determinada, e mesmo um pouco preocupante. É um cão com temperamento firme, orgulhoso, impulsivo, que deve ser estável, equilibrado e sociável. Não é o cão para todo mundo. Ele exige um dono firme, justo, calmo que saberá se impor com paciência e suavidade. Extremamente fiel, demonstra uma devoção cega para seu dono, é fiável com as crianças. Possui um sentido de proteção inato e é muito desconfiado com os estranhos. Este cão fundamentalmente pacífico é frágil a nível emocional e não suporta as relações conflituosas.

Conselhos
Este cão precisa de espaço e de exercício para libertar sua energia. Não suporta estar preso. Deve ser escovado regularmente.
Utilizações
Cão de trabalho: auxiliar da polícia e do exército. Cão de guarda, de defesa, de companhia.

fonte ENCICLOPEDIA CANINA ROYAL CANIN

Sobre o autor

Dr. Marcio Waldman

Dr. Marcio Waldman

Medico veterinário, diretor e fundador do www.petlove.com.br. Formado em 1988 pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da USP e pós graduado em latu sensu em odontologia veterinária, foi secretário geral da Anclivepa SP (associação nacional de clínicos veterinários de pequenos animais) e sócio fundador do Simpavet (sindicato patronal dos médicos veterinários). Atuou como clínico veterinário de pequenos animais de 1988 a 2005 em São Paulo, e em 2005 terminou a atividade na clinica para se dedicar exclusivamente ao Pet Love.

Deixe um comentário