Por que os gatos enterram seus dejetos?

Levante a mão o(a) gaiteiro(a) que não achou curioso quando viu o seu gato utilizar a caixinha de areia e logo após enterrar toda a sujeira que fez 🙋‍♀️. Que os gatos prezam instintivamente pela higiene nós já sabemos, mas será que este hábito presente nos peludinhos é uma espécie de “TOC” por limpeza?

A resposta é não, afinal, enterrar o xixi ou o cocô em nada tem a ver com excesso de higiene. Mas te garanto que o motivo pelo qual o seu gato age desta maneira vai te surpreender!

Gato-areia-Petlove

Proteção contra predadores

É isso mesmo! O seu filho de quatro patas faz questão de esconder bem direitinho as necessidades dele, pois assim ele não deixa nenhum vestígio para supostos predadores que estiverem por perto. Interessante, não?

O hábito funciona como um tipo de proteção contra animais de outras espécies ou até mesmo outros gatos. E como se trata de algo instintivo, mesmo que não levasse uma vida domiciliada, toda vez que sentisse vontade do número um ou dois, o seu gato provavelmente iria cavar um buraco, fazer as necessidades e em seguida também enterraria tudo bem direitinho. A ideia é não deixar odores que podem dar pistas sobre seu estado de saúde e também sobre sua localização.

Diferença para outros felinos

Curioso também é observar que esta prática dos gatos é diferente dos felinos selvagens. Tigres e onças, por exemplo, que não contam com tantos predadores, não ficam preocupados em deixar seus rastros, pelo contrário, eles até utilizam seus excrementos justamente para demarcar território.

Mesmo que viva em um ambiente doméstico e sem grandes chances de virar presa de algum outro animal, seu gato precisa contar com um banheiro adequado em casa para satisfazer seus instintos, pois assim ele fica mais tranquilo.

Portanto, capriche na escolha da areia – nestes casos os grãos sanitários são as melhores pedidas por serem mais semelhantes à terra -, no formato da caixinha, na limpeza e troca periódica do substrato (arei) e na quantidade de bandejas pela casa. Lembre-se, o ideal é ter sempre mais de uma opção para o gato e nunca deixar o banheiro dele perto do potinho de ração ou da água, afinal, comer no banheiro não tende a ser muito agradável, não é mesmo?   

Sobre o autor

Anderson Mafra

Anderson Mafra

Jornalista apaixonado por animais, comunicação, música e não perde um concurso cultural (na verdade já perdeu vários). Curioso de mão cheia, quer saber sempre mais e compartilhar conteúdo, dicas e curiosidades do mundo pet. É um petlover assumido, sem chance de reabilitação.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.