Posso deixar meu filhote de cachorro dormir na cama comigo?

Quem é petlover e tem um filhote de cachorro em casa, provavelmente vai considerar a ideia de deixar o bichinho passar pelo menos algumas noites dormindo em sua cama. Afinal, acostumado a contar com a segurança e o calor da mãe, o cachorrinho tende a estranhar bastante as primeiras noites solitárias.

Porém, antes de separar um espaço da cama, sempre rola aquele medo do cachorro acostumar a dormir acompanhado e depois dar um trabalhão danado para passar as noites seguintes sozinho. Então, surge a pergunta: dormir com cachorro faz mal?

Cachorro dormindo na cama

Dormir com cachorro faz mal?

Indo direto ao ponto, não, dormir com cachorro não faz mal! A iniciativa pode até ser benéfica, pois até o terceiro mês de vida, o cachorro passa por um momento bastante sensível, no qual as sensações de medo, como sensibilidade a ruídos, intimidação de outros pets e ansiedade por separação podem deixar marcas e desenvolver traumas.

Logo, ao contar com um local quentinho, aconchegante e na companhia de quem o deixa mais seguro, o filhote tende a passar por essa fase mais crítica numa boa.

Claro que quando você quiser fazer a transição de “dormitório”, o cachorro provavelmente irá dar um pouco (ou bastante) trabalho para aceitar a ideia de que aquele espaço da cama não é mais dele. Então, prepare a sua paciência e saiba que fazer com que o peludinho durma na cama dele tranquilamente exigirá um período de adaptação, que pode vir acompanhado de latidos, uivos, choro e agitação na madrugada.

Como fazer o filhote dormir na caminha?

Algumas dicas ajudam bastante na hora de fazer o filhote dormir na caminha: escolha uma caminha bem confortável, deixe disponível uma boa quantidade de mantas ou cobertores – de preferência que tenham o seu cheiro – para manter o cachorro bem aquecido. Não mude a rotina de sono dele abruptamente e não faça carinho ou agrado quando ele resmungar pela sua ausência, dessa forma você acaba incentivando que aquele comportamento se repita.

Uma boa alternativa é não deixar o filhote dormir em cima da cama, mas próximo a ela. Assim, você consegue acompanhar o sono do pequenino, resolver mais rápido alguma perturbação e o deixa mais seguro, pois o peludinho sabe que você está por perto. Porém, mesmo neste cenário, é necessário fazer uma transição gradual, caso o filhote passe a dormir em um novo ambiente.

Não esqueça que, independentemente do local escolhido, o cachorro precisa contar com um ambiente silencioso, seguro, com temperatura adequada e um banheiro pet por perto. Se você é daqueles que se mexe muito na cama e tem um sono agitado, melhor não correr o risco de machucar o filhote num movimento brusco e já acostumá-lo a dormir na casinha ou na caminha que você escolheu pra ele.

Esqueça aquela ideia de que cachorros que dormem na cama tendem a ser mais possessivos ou dominantes. Isso não acontece e é um erro disseminar esse tipo de informação. O ideal é você considerar os prós e contras em ter um pet sempre com você na hora do sono e decidir o que faz mais sentido para você e para o peludo, levando em conta sua rotina, a dinâmica da sua família e outros fatores que podem impactar na vida do pet quando alguém da casa se ausentar, por exemplo.

Compartilhe esta matéria!

Sobre o autor

Anderson Mafra

Jornalista apaixonado por animais, comunicação, música e que não perde um concurso cultural (na verdade já perdeu vários). Curioso de mão cheia, quer saber sempre mais e compartilhar conteúdo, dicas e curiosidades do mundo pet. É um petlover assumido, sem chance de reabilitação.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.