Quatro mudanças para melhorar a rotina e a vida do seu gato

Aquela premissa de que uma simples caixinha de areia e uma alimentação de qualidade é o bastante para manter um gato ativo foi desmascarada há um bom tempo. Pois é, os felinos precisam de uma rotina agitada, cheia de coisas para fazer durante o dia para que sejam felizes, satisfeitos e saudáveis, e isso depende especialmente dos pais humanos.

Quatro mudanças para melhorar a rotina e a vida do seu gato

Gatos precisam de segurança!

Quando estão soltos na natureza, os gatos são predadores e presas ao mesmo tempo. É por essa razão que eles sempre estão atentos a tudo e gostam de ficar em lugares mais altos para observar o ambiente e prevenir possíveis ataques de animais maiores.

A segurança é um dos principais pilares para manter um felino saudável dentro de casa. E isso pode ser feito com prateleiras, tocas e até uma simples caixa de papelão que é capaz de servir como um ótimo esconderijo na visão de um bichano. É preciso usar e abusar da criatividade.

Instinto predatório

Depois de pensar no instinto de proteção, é hora de satisfazer o modo predador do gatinho. Pense que: se não estivesse dentro de casa ao lado da família, o seu filho de quatro patas teria que passar horas e horas em busca do seu sustento. Para isso, os brinquedos são ótimos para satisfazer o espírito de caça dele.

Além das famosas varinhas, como a LCM Cat Collors, que ajudam na sociabilidade e desenvolvem a coordenação física e mental, existem alguns brinquedos que são bastante semelhantes às presas, como Ratinho da American Pets e o Peixe Sardinha da Petwi.

Quatro mudanças para melhorar a rotina e a vida do seu gato

Interações com humanos

Apesar da fama de independente, a grande maioria dos gatos adora interagir com as pessoas do lar e até desconhecidos. Eles precisam ser socializados desde cedo para que não hajam comportamentos inadequados na presença de estranhos. Vale destacar que a interação do humanos deve ser sempre positiva durante a infância, pois experiências ruins podem causar problemas comportamentais difíceis de serem contornados.

A ideia é estabelecer uma rotina de atividades entre humanos e gato. Peça para que as pessoas do lar brinquem com o felino algumas vezes por dia. Quando filhote, as sessões de brincadeiras tendem a ser um pouco mais demoradas, mas o tempo requerido vai diminuindo à medida que ele envelhece.

Cada felino com seu objeto

Alguns gatos são muito protetores com seus recursos ambientais e não curtem a ideia de ver outro pet utilizando seus pertences. Se você tem dois gatos em casa ou está pretendendo adotar outro, saiba que não é recomendado oferecer apenas um comedouro, bebedouro e caixa de areia para dois felinos, pois a chance deles entrarem em confronto é enorme. O mesmo conselho vale para todos os outros objetos. Se existem dois felinos em casa, é necessário multiplicar os recursos naturais em vez de fazer com que dividam o mesmo espaço. Ah, e todos eles devem ficar em lugares diferentes da casa.

Sobre o autor

Gabriel Arruda

Gabriel Arruda

É estudante de Jornalismo, apaixonado por animais e esportes. Está sempre em busca de novos desafios, justamente pela curiosidade que o toma conta. Pai de um Beagle chamado Johnny, mais conhecido como "o Destruidor".

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.