Seu gato pode imitar sua personalidade, revela estudo

Uma publicação feita na revista Plos One afirma que os gatos não são seres de temperamento padronizado como muitas pessoas pensam. De acordo com uma pesquisa feita com mais de três mil pessoas que possuem gatos, foi observado que esses pets podem se comportar de forma muito parecida com a das pessoas com as quais convivem.

É isso mesmo: para os estudiosos, é provável que os felinos domésticos imitem o comportamento de seus pais e mães humanos, ou seja, antes de julgar seu gatinho, vale repensar sobre suas próprias atitudes! Brincadeiras à parte, esse resultado foi obtido a partir de um questionário sobre problemas comportamentais e grau de satisfação do humano para com o seu peludo e seu modo de agir. 

Os participantes precisavam ainda elencar quais dos cinco elementos a seguir notavam em seus gatos: consciência, extroversão, afabilidade, neuroticismo e abertura a experiências. Com isso, cruzaram alguns dados e perceberam que gatinhos extrovertidos e destemidos tinham por perto pessoas parecidas, assim como os mais tímidos costumavam conviver com indivíduos introvertidos e retraídos. Do mesmo modo, pessoas mais amáveis tinham animais mais afetivos, sendo o oposto também uma realidade. 

Para os cientistas, “as relações familiares são fundamentais para o desenvolvimento comportamental e o bem-estar dos indivíduos” e isso não é algo exclusivo dos seres humanos, mas também de gatos e outros animais que vivem próximos de nós, mostrando o quanto o ambiente os influencia de forma positiva – ou negativa.

Sobre o autor

Jade Petronilho

Jade Petronilho

É jornalista por formação e comportamentalista veterinária por paixão. Desde criança é a "louca dos bichos", por isso resolveu estudar medicina veterinária, etologia e nutrição animal, mas ainda pretende, um dia, fazer zootecnia. Atualmente tem dois cachorros, dois gatos e 13 peixes, mas além de cães, gatos e peixes, também já foi tutora de um coelho, três periquitos, dois porcos da índia, dois pintinhos e três cabritos.

2 Comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.