Síndrome da Lágrima Colorida

Alguns pets apresentam uma espécie de mancha ao redor dos pelos dos olhos que não doem ou causam algum mal a eles, mas que muitas vezes incomodam seus donos pelo caráter estético. Essas manchas são muito encontradas em cães nas formas vermelho e marrom e ao redor de um ou ambos os olhos do animal e se chama síndrome da lágrima colorida.

Esse incômodo é mais fácil de ser notado em cães de pelos claros, como os poodles branquinhos, onde a mancha fica mais evidente. É importante salientar novamente que isso não altera em nada na qualidade de vida do animalzinho, mas muitos donos ficam extremamente incomodados com a aparência das manchas e logo procuram uma clínica veterinária para resolver o problema. Isso é muito bom, pois muitas doenças oculares acabam sendo descobertas precocemente, o que garante o sucesso do tratamento. Algumas raças, como os braquicefácilicos pug e bulldog e outras raças como maltês, yorkshire terrier e poodle toy são os mais predispostos a esse problema.

Essas manchinhas surgem no pet pelo excesso de lágrimas nessa região, o que, na linguagem técnica é chamado de epífora. Isso acontece porque o olho do animal está produzindo muita lágrima ou porque ela não esta sendo drenada corretamente. No estado normal, a lágrima é responsável por manter os olhos do animal úmidos e lubrificados, sendo que o que não é retido pelo olho escorre por um canal no focinho do bichinho, chamado de duto nasolacrimal, da mesma forma que acontece com os humanos.

Se por algum motivo esse duto não funcionar corretamente ou estiver com seu diâmetro diminuído, a lágrima começa a transbordar do olho causando a manchinha. O animal também pode nascer com o duto nasolacrimal colabado ou estreito e desde filhote as manchas aparecem no pelo do bichinho. As epíforas também podem indicar um problema secundário como uma conjuntivite ou outra doença ocular já que existe um mau funcionamento da pálpebra do animal que faz as lágrimas transbordarem.

Para saber exatamente o diagnóstico correto e iniciar um possível tratamento para os olhos, o animal precisa ser examinado por um médico veterinário que fará testes específicos para saber se existem alterações nas pálpebras e dutos, na produção das lagrimas, na hidratação ocular entre outros. O tratamento vai depender da causa, mas se ela for secundária a uma conjuntivite, essa deverá ser tratada primeiro. Algumas vezes, apenas o uso específico de colírios é recomendado, mas em casos extremos uma cirurgia delicada no duto nasolacrimal pode ser necessária para que o fluxo no local volte ao normal e a mancha diminua.

Sobre o autor

Bruno Oliveira

6 Comentários

  • Dr.Bruno Minha Mel e maltes e tem esse problema com lagrimas.gostaria de estar usando um
    colirio e qual a raçao recomendada para essa raça. ela hoje esta com 11 meses nao sei se a raçao
    e adulto ou infantil.

  • realmente é dificil tirar essas manchas, tenho uma maltes de 1 ano e quando ela completou 5 meses começou a manchar. eu comprava premiere raças especificas maltês e não resolvia. comecei a dar angels eyes e melhorou, continuo o tratamento e comecei da dar ração hills. está bem melhor e isso fazem uns 2 meses que comecei a tratar.

  • Boa tarde!
    Minha cachorrinha é uma Maltês e tinha esse escuro na área dos olhos.
    Passei a usar a ração Hills e foi ótimo, a ponto das pessoas perguntarem o que estou fazendo.
    Ela não tem mais esse escuro na área dos olhos.
    Atenciosamente,
    Rute Léia Câmara Pires

  • Dr. Bruno, meu Lhasa Apso de um ano começou a apresentar essa mancha há alguns meses. Soube que pode ser proveniente de algumas rações. Qual o colirio indicado para lavar os olhos do animal?
    Agradeço sua orientação desde já.

    Patricia

Deixe um comentário