Uso de florais em cães

Uso de florais em cães -  PetLove

Uso de Florais em Cães.

Comportamentos indesejáveis são bastante frequentes em muitos animais de estimação, especialmente naqueles que vivem em apartamentos, que passam muito tempo solitários ou têm uma personalidade dominante, demonstrando de forma agressiva suas delimitações territoriais, sendo esse um comportamento frequente em cães.

Boa parte desses comportamentos deve-se ao estresse e às dificuldades de imposição de limites por parte dos tutores. Qualquer animal precisa ser adaptado ao meio em que vive, e também precisa ser “educado”, aprendendo a seguir regras e limites. No caso dos cães, há uma hierarquia que está incutida na mente desses animais, herdada por seus antepassados, que estabeleciam um membro dominante em cada matilha. Na domesticação, o cachorro precisa aprender que o membro dominante é o seu dono, de forma que ambos se respeitem e possam manter um relacionamento sem atritos. Quando o dono adquire consciência de como funciona o comportamento natural do seu cão, fica mais fácil eliminar os comportamentos indesejados, estabelecendo uma relação amigável e vantajosa para ambos.

Isolados os problemas de dominância, os animais também se estressam, sentem-se solitários e deprimidos e frequentemente procuram formas de chamar a atenção dos donos, normalmente destruindo itens da casa, escondendo objetos, entre outros comportamentos indesejados, que levam o dono a brigar e reprimir o pet, muitas vezes agravando o problema.

Os animais são bastante sensíveis aos sentimentos dos seus donos, por isso, muitas vezes, manifestam comportamentos semelhantes aos deles, como compulsão, depressão ou agitação e, por esse motivo, reprimir os pets nem sempre é a melhor solução.

Os florais são essências extraídas de flores, que possuem propriedades terapêuticas e agem no foco das emoções negativas que causam o problema ou o comportamento danoso dos animais. Frequentemente disseminado na medicina alternativa humana, os florais também podem ser utilizados em animais, e como eles estão mais ligados à natureza do que nós, humanos, os resultados podem aparecer de forma bem rápida e satisfatória.

O objetivo principal dos florais é restabelecer o equilíbrio natural do organismo, agindo na causa do problema, a fim de eliminar seu efeito. Por isso, para adotar essa terapia, é necessário que se identifique o comportamento indesejado do animal e se consulte um profissional veterinário para encontrar o floral mais indicado para corrigir esse comportamento e, paralelamente, o dono também precisa buscar seu equilíbrio, procurando não transmitir emoções negativas ao animal. É importante lembrar que os florais não substituem o tratamento médico, e em caso de patologia, o veterinário poderá prescrever também tratamentos com vitaminas e suplementos diversos.

Sobre o autor

Bruno Oliveira

Deixe um comentário