Vacinação em cães e gatos

Vacinação em cães e gatos - Petlove - O Maior Petshop Online do Brasil

Vacinação em Cães e Gatos

Vacina é uma substância biológica produzida com bactérias ou vírus (ou partes deles) mortos ou enfraquecidos. Ao ser introduzida no corpo de um ser vivo, ela provoca uma reação do sistema imunológico (imunização), promovendo a produção de anticorpos (leucócitos) contra aquela substância. Desta forma, a vacina prepara o organismo para que, em caso de infecção por aquele agente patogênico, o sistema de defesa possa agir de forma eficiente. Assim, a doença não se desenvolve ou, em alguns casos, se desenvolve de forma branda. Essa reação não é duradoura e completa, por isso é de extrema importância a aplicação de reforços vacinais. A vacinação ainda é o método mais seguro e eficaz para manter e assegurar a saúde animal.

Somente um médico veterinário está habilitado a verificar quais são as vacinas que seu pet necessita e quando deverão ser aplicadas, seja ele um gato ou um cãozinho. Porém, independente das vacinas que o veterinário irá aplicar, as vacinas múltiplas (V8 ou V10) e anti-rábica são obrigatórias no esquema de vacinação de qualquer pet.

Sem exceções, serão necessárias duas doses da vacina múltipla (v8 ou V10) em um intervalo de 21 dias entre as aplicações, no caso de o pet ser um adulto nunca antes vacinado ou um filhote cuja época correta de vacinação já tenha passado, além de uma dose da anti-rábica.

Filhotes com menos de 45 dias de idade não devem ser vacinados, a menos que a mãe nunca tenha sido vacinada, pois as vacinas recém-aplicadas podem ser inativadas pelos anticorpos passados da mãe para os filhotes.

No caso dos cães existe a imunização contra a leishmaniose (calazar), uma importante zoonose que é fatal para o pet e que pode ser transmitida ao homem. Essa vacina é aplicada em animais que vivem em regiões em que há a incidência da doença, após exames (indicados pelo veterinário) que verificam se ele já possui ou não a enfermidade.

Nunca atrase a vacina anual do seu pet pelo período maior que um mês. Caso isso aconteça pode haver a necessidade de ele receber uma dose de reforço, além da anual. Tal procedimento fica a critério do veterinário responsável. Aliás, somente ele está habilitado a realizar uma avaliação do pet e prescrever as vacinas necessárias para que ele tenha uma boa saúde.

Sobre o autor

Bruno Oliveira

8 Comentários

  • muito bom a dorei só que o meu cachorro tomou uma ingesão qui combate 12 doença e a gora ele estar com dor de barriga e defecando dereto o qui eu posso dar a ele mi ajude

  • Prezado Dr.

    por motivos alheios a minha vontade,a minha cadelinha está sem vacina ha algum tempo.Posso vacinar a qualquer hora que for possivel?Não sei a idade dela,mas ja e adulta e ja foi vacinada desde que a adotei ha 5 anos.

  • eu tenho dois cachorro um macho poodle 3mes umafemia1ano eameliza ela toma as vacina dela meupoodle tabem eles estao comasvacinas emdias eu ahoempotante agente cuida muito bem dos nosos cachorro pos cete umcachorro te que cuida agente tefinhoem cuida emtao seagente pega ou compra cachorro ouotroqualque animau devemo cuida dasaude dele ok

  • Saudações.
    Só uma ressalva: a Leishmaniose é uma zoonose perigosa, mas tem tratamento.
    O sacrifício de animais com a Leishmaniose pode ser evitado com o tratamento adequado.

  • Gostei da informação, queria tirar uma dúvida… os veterinários sempre optam pelas vacinas importadas, dizem que as nacionais não são confiáveis. Vcs poderiam me ajudar nesse sentido?

    • Ola sandra, obrigado pela pergunta. Na verdade o ideal seria usar a vacina que o seu veterinário se sente mais confiante em aplicar. Cada veterinário tem a sua preferencia e seus motivos para escolher uma marca de vacina.

  • gostaria muito de receber dicas do Dr, PetLove sempre que as houver,tenho 3 gatos e compro as rações e remédios na PetLove. gostei das dicas das vacinas
    ,este é o mês em que eles se vacinam. obrigada

Deixe um comentário