Welsh Corgi Pembroke e Cardigan – Principais doenças

O Welsh Corgi Pembroke e Welsh Corgi Cardigan são muito parecidos e possuem a mesma origem, mas são consideradas raças diferentes. O Pembroke geralmente tem a pelagem vermelha e rabo curto, já o Cardigan tem a cauda longa e pelos com maior variedade de cores. Por terem sidos cruzados livremente até o início de 1900, os dois ainda compartilham traços genéticos semelhantes, assim como predisposição a algumas doenças.

O Corgi é uma raça de cachorro muito simpático e fiel aos seus pais humanos. Com expectativa de vida entre 12 e 15 anos, esse pet tende a ser saudável, mas pode desenvolver algumas doenças de caráter genético e/ ou hereditário. Você pode conferir a seguir as principais doenças que podem acometer os Corgis. 

Displasia Coxofemoral

O Corgi tem um anatomia parecida com os cachorros da raça Dachshund popularmente conhecidos como “salsichas”: ele é pequeno, com as patas curtas e corpo comprido. A Displasia Coxofemoral é uma condição que afeta a locomoção desse pet e, apesar de muitas vezes acometer  cachorros de porte grande,  já foi comprovado que o Corgi tem uma predisposição para essa malformação genética. A doença compromete a articulação do osso do quadril e do fêmur, causando dor, manqueira e dificuldade para o pet se locomover. Ao decidir ter um Corgi, o ideal é ter informações de sua árvore genealógica, certificar-se de que os pais não possuem a condição e fazer exames desde cedo para confirmar ou descartar a ocorrência do problema.

Doenças Oftálmicas

Atrofia progressiva da retina: A atrofia progressiva da retina é uma degeneração dos fotorreceptores (neurônios que são responsáveis pela formação da imagem por meio da captação da luz) comprometendo a visão do pet. A doença não apresenta cura e, infelizmente, o quadro evolui até a cegueira total. É uma patologia de caráter genético que pode afetar alguns exemplares de Corgi.

Catarata: A catarata é uma doença perigosa que pode afetar os Corgis. É caracterizada pela morte das células na região da lente do olho que fazem com que a luz seja convertida em imagem, gerando uma película opaca que impede a entrada de luz. É uma enfermidade progressiva e essa película vai crescendo com o passar do tempo, até chegar em um estágio de bloqueio total de luz, fazendo com que o pet perca a capacidade de enxergar. É uma doença hereditária e o quanto antes for diagnosticada, maior a chance de recuperação.

Doenças de Von Willebrand

A Doença de Von Willebrand requer atenção, pois é causada devido a uma deficiência de uma proteína responsável pela coagulação no sangue. A condição é genética e há uma predisposição nos Corgis. Os sinais clínicos mais comuns são sangramentos incessantes ao acontecer algum corte, acidente, ou durante alguma cirurgia e presença de sangue nas fezes sem causa conhecida. O diagnóstico é feito por meio de uma série de exames e, se tratado, o cachorro pode viver normalmente.

Obesidade

Os Corgis são cachorros carismáticos e verdadeiros comilões. Sua estatura é pequena, fazendo com que qualquer petisco a mais possa levar a ganhar peso e se isso não for controlado, pode desencadear a obesidade que causa problemas ainda mais sérios de saúde, como a Diabetes Mellitus. Para você ter uma noção, se o seu Corgi tem 10Kg e engorda 1Kg, isso corresponde a 10% de todo o seu peso corporal, o que faz muita diferença. Não deixe que a carinha de fofo ao implorar por comida o engane, ofereça apenas uma dieta balanceada e brinque muito com o seu pet para garantir uma vida longa e saudável.

Mielopatia Degenerativa

A Mielopatia Degenerativa é uma doença crônica e lentamente progressiva da medula espinhal que acomete os Corgis de forma genética. A condição acontece devido a uma degeneração do tecido nervoso que fica na medula espinhal perto da região lombar. A mielopatia é grave e os sinais clínicos iniciais são incoordenação e dificuldade para andar. A doença ainda pode afetar a micção e a defecação, fazendo com que o cão se torne incontinente. O tratamento é paliativo para alívio dos sintomas e para proporcionar uma melhor qualidade de vida ao cão. 

Outras doenças que podem afetar o seu Welsh Corgi: 

As doenças citadas são provenientes de estudos e artigos de predisposição de certas doenças em raças. Lembrando que seu Welsh Corgi pode levar uma vida saudável sem ser acometido por nenhuma patologia. Entretanto, a informação e conhecimento são importantes e a qualquer sinal de anomalia com seu peludo, procure um médico veterinário.

Na Petlove, profissionais da medicina veterinária trabalham em conjunto para disponibilizar um portal sobre as principais doenças em cães e gatos, você pode conferir aqui.

Sobre o autor

Beatriz Mario

Beatriz Mario

Graduanda em Medicina Veterinária, sonho que tenho desde de criança, hoje sou conhecida como a louca dos gatos, mas nas horas vagas sou a louca dos bichos também, sem distinção. Tenho 10 lindos gatinhos resgatados e meu propósito é poder ajudar o máximo de pets possível (E seus pais e mães humanos escrevendo aqui no blog).

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.