Cadastre-se e ganhe 20% OFF na primeira assinatura!

5 sinais de amizade entre gatos

Se você tem mais de um gato, já deve ter percebido que é possível sim eles serem amigos e conviverem em harmonia. Mas também sabemos da dificuldade que muitos tutores passam em adaptar gatos que não vieram da mesma colônia.

A seguir, veja cinco sinais de amizade entre gatos.

amizade entre gatos, dois felinos se lambendo

1- Lambidas 

Os gatos são extremamente exigentes quanto a limpeza da sua pelagem. Eles podem passar, em média, 30% a 50% do tempo quando estão acordados se lambendo.

E quais as funções desse comportamento?

  • Manutenção da higiene corporal, por meio da limpeza de possíveis resíduos de alimentos 
  • Proteção da pele e pelagem
  • Remoção de parasitas como pulgas
  • Regulação da temperatura
  • Relaxamento 
  • Remoção de pelos soltos

Lamber outros animais e até os seres humanos também faz parte do comportamento social dos gatos. Eles costumam lamber outros felinos como sinal de amizade e parceria.  Esse comportamento se inicia quando a fêmea lambe seus filhotes que acabaram de nascer, principalmente para remover resíduos do parto. 

Os gatos adultos que se lambem podem fazer isso mutuamente, ou seja, um fica lambendo o outro. Mas também existem aqueles que gostam de ser “o lambedor”, e outros que preferem ser  os “lambidos”.  

As regiões que eles costumam trocar mais carícias são: a cabeça, pescoço, e queixo, provavelmente por serem as regiões onde mais produzem feromônios. 

Já a lambedura em excesso (com falhas ou falta de pelos e até a presença de feridas) não é um comportamento normal e pode estar relacionada à presença de parasitas, alergias e até de problemas de ansiedade e compulsão. 

Caso o seu gatinho esteja com algum desses sinais, procure um Médico Veterinário.

2- Brincar junto 

Brincar para os gatos simula a caça, e esse comportamento se inicia com a mãe, que ensina os gatinhos algumas brincadeiras (como as lutinhas, por exemplo)  e também começa a trazer pequenas presas para o ninho. 

Posteriormente, os gatinhos tendem a repetir entre eles uma série de comportamentos como lutinhas, mordidas leves, pega-pega etc. E a maioria dos gatos quando adultos mantêm esses comportamento para o resto da vida, mesmo quando já estão idosos.

Então, brincar juntos é um ótimo sinal de amizade entre gatos, e as brincadeiras devem ser estimuladas diariamente entre eles, usando varinhas, ratinhos, brinquedos educativos ou os brinquedos de preferência do seu gatinho.

3- Dormir junto 

Dormir junto pode ser um sinal de amizade entre gatos. Mas nem todos que dormem juntos, são “best friends” (melhores amigos). Alguns gatos gostam de se encostar no seu companheiro, mas nem sempre isso é bem visto por ele. 

Quando um dos gatos não gosta da companhia do outro na hora do sono ou descanso, ele pode demonstrar sinais como: 

  • Virar a cara ou o corpo
  • Ficar de costas
  • Soprar (sibilar, fazer “fú”, riscar fósforo)
  • Morder
  • Sar tapas
  • Sair de perto
  • Alguns podem até partir para a agressão 

Então, é muito importante observar se realmente seus gatos gostam ou não de dormir juntos, e sempre lembrar de oferecer opções como tocas, prateleiras, caixas e caminhas em vários locais da casa, para que não haja competição territorial entre eles.

4- Ficar se esfregando 

A principal via de comunicação dos gatos é o olfato, ou seja, eles se comunicam através dos cheiros e de substâncias químicas (feromônios) que são deixados no ambiente.  

Os gatos produzem os feromônios principalmente na região da cabeça e orelhas, focinho, queixo, patas e em algumas regiões do rabo, como perto do ânus. Quando se esfregam entre eles, estão não só depositando essas substâncias, como também sinalizando que aquele gato faz parte do ciclo de amizades dele. 

Misturar esses cheiros, juntamente com o cheiro dos humanos e da casa, ajuda os gatos a se sentirem mais confiantes e seguros no seu território.

5- Comer junto 

Os gatos são caçadores solitários, e isso quer dizer que eles não costumam dividir suas refeições com outros animais, assim como outras espécies como os cães e os leões.

Então não é esperado que os felinos comam em uma mesma vasilha (pote). Mas eles podem fazer isso ou por falta de opção ou porque realmente eles são tão amigos que comer no mesmo pote acaba sendo comum e não ameaçador para eles. 

Boa parte dos gatos comem muito rápido, deixam de se alimentar e até ficam doentes porque são “obrigados” a comer próximos de outro felino que não faz parte do seu grupo social, e isso não é nada saudável para ele. 

Para que a hora da refeição não seja um momento de estresse para o seu gatinho, ofereça várias opções de potes e coloque em locais diferentes da casa, principalmente se você tiver vários gatos.

Compartilhe esta matéria!

Sobre o autor

Isabela Zitti

É Médica Veterinária Especializada em Comportamento Felino e com pós- graduação em Clínica Médica de Felinos. Possui 10 gatos ( 8 resgatados da rua) que são o amor da vida dela, e esse amor a fez dedicar-se exclusivamente ao atendimento comportamental de felinos.
Isabela possui várias certificações internacionais e realiza consultas, cursos e palestras por todo o país.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.